Gloria Perez diz que Jade Picon a impressionou na TV: 'Queria rosto novo'

***ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, BRASIL, 17/08/2018 - a autora de novelas Gloria Perez durante coquetel do 2º Premio Abra de roteiro, Cinemateca Brasileira.( Foto: Greg Salibian/Folhapress )
***ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, BRASIL, 17/08/2018 - a autora de novelas Gloria Perez durante coquetel do 2º Premio Abra de roteiro, Cinemateca Brasileira.( Foto: Greg Salibian/Folhapress )

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Meses depois de Jade Picon, 20, sair do Big Brother Brasil 21 (Globo), o nome dela continuava a ser associado ao fato de ter sido uma espécie de vilã no reality. Porém, a chavinha mudou quando veio a público a novidade de que a jovem estaria no elenco da nova trama das 21h, "Travessia", escrita por Gloria Perez e programada para outubro. Apesar de não ter o registro de atriz, Jade ganhava uma chance na principal obra da emissora.

Daquele momento em diante, uma polêmica grande foi criada. A influenciadora, com mais de 20 milhões de fãs na internet, recebeu críticas, geralmente rebatidas em suas redes sociais. No fim, conseguiu uma autorização do Sindicato dos Artistas do Rio (Sated-RJ) para atuar na produção, mas isso não minimizou o baque e a pressão que sentiu. Apesar disso, a própria autora da novela dava força a ela nos bastidores.

"As pessoas gostam de fazer polêmica, só que a arte não tem só uma porta de entrada. Às vezes tem o talento que estuda antes e chega ao palco e aquele que chega primeiro ao palco antes de estudar", afirma Gloria ao se referir a Jade. Segundo a escritora, algumas cenas já gravadas pela jovem a impressionaram.

"A Jade tinha a aparência perfeita para a personagem [Chiara], fez teste junto com outras garotas e optamos por ela. Queríamos fazer o lançamento de um rosto novo na tela. Essa polêmica nem ajuda nem atrapalha a trama, mas faz parte", completou Gloria em conversa com a imprensa realizada nesta sexta-feira (9) e a qual o F5 participou.

Parceiro de Gloria em "Travessia" e o responsável por lidar diariamente com os artistas escalados, o diretor artístico da obra, Mauro Mendonça Filho, lembra que foi ele quem deu a primeira oportunidade para nomes como Grazi Massafera e Camila Queiroz. "Não tinha feito nem comercial ainda", afirmou ele sobre a protagonista de "Verdades Secretas". "Então, acho que eu tenho alguma credibilidade nisso", brincou.

De acordo com Mendonça, a ideia dele e da emissora é descobrir novos atores e gerar movimentos de identificação deles com o público. "Queremos que os telespectadores amem ou amem odiá-los. Sejam com consagrados ou com novidades, as chances vêm de vários lugares. Vamos gerando oportunidades".