'Um dos momentos mais desagradáveis da minha vida', diz Gloria Maria sobre episódio de racismo

Emily Santos
·2 minuto de leitura
Glória Maria falou que foi um dos momentos mais desagradáveis de sua vida. Foto: Reprodução/Instagram (@gloriamariareal)
Glória Maria falou que foi um dos momentos mais desagradáveis de sua vida. Foto: Reprodução/Instagram (@gloriamariareal)

Glória Maria entrou nos Trends Topics do Twitter na manhã de terça-feira (19) após sua participação no primeiro episódio da nova temporada do programa ‘Conversa do Bial’, da Globo, na noite anterior.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentários

A jornalista foi sincera em sua participação no programa e relembrou momentos de sua carreira e da vida pessoal, comentando, inclusive, sobre a década que dividiu a apresentação do ‘Fantástico’ com Pedro Bial.

Leia também

Mas algo que chamou a atenção do público foi o depoimento que ela fez sobre uma situação de racismo que viveu quando estava acompanhada do então namorado José Roberto Marinho. A situação foi narrada no livro “O Poder Está no Ar", do jornalista Leonêncio Nossa. O casal estava no Country Club, ou Club de Camping, no Rio de Janeiro, conhecido por ser frequentado pela elite carioca. José Roberto soube que o filho de seu porteiro havia sofrido racismo no local e decidiu levar Gloria para confrontar os frequentadores e funcionários racistas.

“Não sei como foi com o menino, mas com nós foi horrível. O clube inteiro olhando praquela mesa, eu não sabia o que fazer, e não entendi direito ainda aquela maluquice que era o camping, eu não entendia direito. E eu: ‘José, vamos embora, todo mundo olhando pra gente’. E eu não sabia se era só porque eu era negra ou se era também porque ele era o filho do Roberto Marinho, mas foi um dos momentos mais ruins, mais desagradáveis da minha vida, aquela sensação, eu 7, todo mundo ali, esperando a hora de dar uma banana”, relembrou ela.

Ainda no programa, Glória se emocionou ao falar sobre a luta contra um tumor no cérebro, a perda da mãe no mesmo período e o medo de não conseguir vencer a fase. A jornalista, entretanto, se mostrou grata pelos últimos meses saudáveis que vem vivendo e o tempo que está passando com as filhas Laura e Maria.