Globo corta José Dumont de novela após prisão por suspeita de pedofilia

José Dumont em
José Dumont em "Nos Tempos do Imperador", novela da Globo. (Foto: Paulo Belote/TV Globo)

A TV Globo anunciou na noite desta quinta-feira (15) que o ator José Dumont foi oficialmente retirado do elenco da novela “Todas as Flores” após ser preso em flagrante no Rio de Janeiro, pela Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima. A assessoria de imprensa da Polícia Civil do Estado informou ao Yahoo que o artista foi autuado pelo crime de "armazenamento de imagens de sexo envolvendo crianças".

“O ator José Dumont estava contratado como obra certa especificamente para a novela 'Todas as Flores', a ser exibida no Globoplay. Diante dos fatos noticiados, a Globo tomou a decisão de retirá-lo da novela”, diz a nota da Comunicação da Globo enviada à imprensa.

“A suspeição de pedofilia é grave. Nenhum comportamento abusivo e criminoso é tolerado pela empresa, ainda que ocorra na vida pessoal dos contratados e de terceiros que com ela tenham qualquer relação", completou.

Aos 72 anos, o ator virou alvo de investigação após ter supostamente se relacionado com um garoto de 12 anos. De acordo com o site "Notícias da TV", José teria oferecido ajuda financeira a vítima quando começou uma série de carícias íntimas e beijos. O crime teria sido registrado por câmeras de segurança de um estabelecimento e as imagens teriam sido usadas como evidências pela Polícia Civil para abrir uma investigação formal.

Dumont foi preso após uma decisão judicial que incluía um mandato de busca e apreensão. “De acordo com a Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV), o ator foi preso em flagrante pelo crime de armazenamento de imagens de sexo envolvendo crianças. A investigação está sob sigilo”, disse a assessoria da Polícia Civil ao Yahoo.