Globo prepara série documental em quatro episódios sobre vida e obra de Jô Soares

*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL, 27-02-2019: Retrato de Jô Soares em sua casa, no bairro de Higienópolis. (Foto: Bruno Santos/ Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL, 27-02-2019: Retrato de Jô Soares em sua casa, no bairro de Higienópolis. (Foto: Bruno Santos/ Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A TV Globo prepara uma série documental que homenageia a vida e a obra do apresentador, humorista e escritor Jô Soares, morto no início de agosto. Com previsão de estreia para o fim do ano, "Beijo do Gordo" começa a ser gravada nesta semana, recolhendo depoimentos de amigos do artista.

A série terá quatro episódios e será, antes, disponibilizada no Globoplay, com o episódio de estreia sendo transmitido em canal aberto. A emissora adota, dessa maneira, o mesmo procedimento usado para as estreias de "Rensga Hits" e "Arcanjo Renegado", sinalizando investir cada vez mais em sua plataforma de streaming. A íntegra dos quatro episódios de "Beijo do Gordo" poderá ser exibida na TV aberta em 2023.

Além de examinar as diversas facetas do personagem, tão importante da história da TV —e da própria emissora—, a Globo pretende, com o projeto, aproveitar o entusiasmo dos telespectadores com as homenagens exibidas no fim da noite de 5 de agosto, que provocaram também um aumento na audiência do horário.

O especial com esquetes de "Viva O Gordo", programa exibido entre 1981 e 1987, rendeu 14,6 pontos à emissora no Ibope. Para efeito de comparação, a série "The Equalizer - A Protetora" havia marcado 14,2 pontos nas quatro semanas anteriores. O Jornal da Globo, que foi ao ar na sequência, ainda conseguiu manter o interesse da audiência, registrando 10 pontos, melhor marca em seis semanas.

O mesmo fenômeno foi observado no SBT, onde o apresentador comandou a atração Jô Soares Onze e Meia, entre 1988 e 1999. Como forma de homenagem, Danilo Gentili recuperou em seu The Noite entrevistas com personalidades marcantes feitas por Jô na época de seu programa no SBT. A exibição de conversas com Hebe Camargo, Gugu Liberato e Carlos Alberto da Nóbrega rendeu a audiência de 3,7 pontos, contra 3,2 marcados por Gentili no mês passado.