Globo de Ouro 2023: Após boicote à premiação, Brendan Fraser perde para astro de Elvis

Noite importante para a temporada de premiações de 2023. Após a crise instaurada na indústria hollywoodiana por acusações à organização do Globo de Ouro, a premiação retornou aos holofotes nesta terça-feira, 10 de janeiro, reformulada.

Em 2021, a honraria recebeu graves acusações pela falta de diversidade no corpo da organização, bem como a falta de ética na condução das ações que envolvem a temporada de votação. Agora, com novos membros votantes e uma proposta de abraçar a diversidade, entre outras mudanças pontuais, a NBC voltou a transmitir a honraria.

Uma das mais importantes da noite, a categoria de Melhor Ator em Filme de Drama foi disputada por grandes nomes da indústria, como Hugh Jackman (The Son), Bill Nighy (Living) e Jeremy Pope (The Inspection). No entanto, um dos favoritos era Brendan Fraser, por The Whale, perdeu para Austin Butler, a estrela de Elvis. Curiosamente, mesmo se ganhasse, o público não veria o astro de A Múmia no palco do Globo de Ouro já que, anteriormente, o ator já havia anunciado o boicote ao evento.

Produzido pela Warner Bros. Discovery, a cinebiografia de Elvis Presley acompanha décadas da vida do artista (Austin Butler) e sua ascensão à fama, a partir do relacionamento do cantor com seu controlador empresário "Coronel" Tom Parker (Tom Hanks).

O boicote de Brendan

Durante a pandemia, a Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood foi criticada por não ter membros negros ou não brancos na organização, que na época tinha cerca de 100 pessoas. Outro fator que colaborou para um boicote generalizado ao evento foram comportamentos antiéticos descobertos durante o período de votação, algo que favoreceu algumas produções em detrimento de outras.

No entanto, não era a primeira vez que a organização se envolvia com complexas situação. Antes deste período, Brendan Fraser já tinha um grande motivo para não colaborar com a premiação. À revista GQ, o ator revelou em 2018 que foi vítima de assédio sexual no início dos anos 2000. O ator foi violentado por Philip Berk, ex-presidente da HFPA, que organiza o Globo de Ouro.

Dessa forma, a estrela de The Whale confirmou que não estaria presente ou faria qualquer menção caso ganhasse alguma estatueta. O longa que ainda permanece ativo na disputa por outras vitórias, inclusive no Oscar 2023, chega aos cinemas brasileiros em fevereiro. Já Elvis pode ser visto na HBO Max.

Leia o artigo em AdoroCinema

Brendan Fraser surge irreconhecível e emociona em trailer de The Whale, que pode lhe render um Oscar

Globo de Ouro 2023: Onde assistir aos filmes indicados?

Globo de Ouro 2023: Onde assistir às séries indicadas?

Festival de Veneza 2022: Brendan Fraser chora ao receber aplausos por filme cotado ao Oscar