Global, Larissa Manoela comenta mudança de público: "Tomei um choque"

·2 min de leitura
Atriz comentou sobre mudanças na carreira (Foto: Reprodução/Instagram/@larissamanoela)
Atriz comentou sobre mudanças na carreira (Foto: Reprodução/Instagram/@larissamanoela)

Prestes a completar 21 anos, Larissa Manoela não é mais a menininha que fazia as novelas do SBT. Com papel adulto na Globo e investindo na carreira musical de forma ousada, a atriz tem feito a transição da adolescência para a fase adulta em seus trabalhos e notado aos poucos a resposta do público. 

Durante a pandemia, Lari conta que ficou mais próxima dos fãs pelas redes sociais e quando voltou a encontrá-los na rua e em ventos ficou chocada. O contato, além de ajudar a pensar em conteúdos que agradam quem consome o que ela produz, a tocou de uma maneira especial por um motivo: o fã-clube cresceu (não só em número, mas em altura e idade também).

Leia também:

"Tomei um choque muito grande porque eles cresceram. Sempre fiquei nessa expectativa das pessoas entenderem que estou crescendo. Mas diversas vezes me peguei tendo, com os fãs, a mesma reação que as pessoas têm comigo", diz ela, que agora entende quando alguém chega perto dela e se espanta com seu crescimento ou ainda a trata como criança.

"Fico perguntando para as mães ou tias dos meus fãs 'quantos aninhos ela tem?'. Aí elas respondem: '18!'. Não são mais crianças. São adultas, meninas, mulheres. É interessante ver que o público cresceu junto comigo. A nossa linguagem é muito real. Esse publico também se renova com filmes, novelas, que a gente pode assistir novamente. Ao mesmo tempo que noto que muitos cresceram, ainda tenho o choque de ter fãs de 3, 4 anos, que não eram nascidas quando fiz esses trabalhos infantis", afirma.

Mais ousada

Mesmo se preocupando com os fãs mais novos, Larissa Manoela não deixou a sensualidade de fora do clipe de "Me Deixa a Milhão", que marca seu retorno ao mercado musical. A atriz, que conta com a mãe para ajudar a filtrar e entender até onde ela pode ir, confessa que evitou o rosa e investiu em roupas diferentes, exclusivas para o trabalho.

"É legal se olhar no espelho e se achar... descobrir esses outros lados. Não sou mais uma criança. Estou prestes a completar 21 anos", diz ela, que não se vê mais como uma menina. "[A sensualidade] é um lugar novo para outras pessoas, mas para mim já faz parte há muito tempo. Todo dia eu tiro foto, faço carão, me olho no espelho e falo 'você pode'. É bom trazer isso para o trabalho. Ser sensual não é só uma pose para foto. Está nas atitudes, na forma de andar, nas roupas", completa.

 

 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos