Glass Onion: O personagem que todo mundo esqueceu, mas é um dos mais especiais para o diretor do filme

Desde que chegou ao catálogo da Netflix, em 23 de dezembro, Glass Onion não sai do top 10. Um elenco encabeçado por Daniel Craig e repleto de estrelas de Hollywood, um roteiro que agrada qualquer leitor de Agatha Christie, uma ilha paradisíaca como cenário para um assassinato… Tudo é muito bom na aguardada continuação de Entre Facas e Segredos. Mas pode um personagem ter ficado esquecido na trama?

Estamos falando de Derol, interpretado por Noah Segan. Você se lembra dele? Apesar de aparecer pouquíssimas vezes e de estar rodeado de figuras extravagantes, narcisistas e barulhentas, Derol provou ser um verdadeiro ladrão de cena!

Ele é um cara descontraído, simpático, com uma vibe hippie, que mora de favor na ilha do bilionário Miles Bron (Edward Norton). Ele não faz parte do grupo de amigos que desembarca na Grécia para um fim de semana agitado, tampouco é conhecido do detetive Benoit Blanc. Ele simplesmente está lá porque "tem alguns problemas", como explica o dono da mansão.

A princípio, você poderia até pensar que Derol teria um papel maior no decorrer da história. No entanto, ele não tem – e é exatamente por isso que é tão engraçado. Nas redes sociais, quem já assistiu ao filme parece admirar o sucesso de Derol em apenas cuidar de sua própria vida. Há quem o chame, inclusive, de verdadeiro herói de Glass Onion.

Para o diretor e roteirista Rian Johnson, Derol funcionaria puramente como um elemento de comédia. Em entrevista à Variety, ele explicou que a ideia mudou porque, sempre que surgia em cena, o personagem parecia ganhar uma importância mais específica do que fazer rir o espectador.

Assim, Derol se tornou um elemento irracional, um momento de caos em uma trama que não dá ponto sem nó. Além disso, o personagem é uma espécie de Kato Kaelin, ou seja, uma pessoa que não pertence ao círculo dos ricos, mas de alguma forma está inserida nele. Para os que não se lembram, Kato é um ator americano que morou com O.J. Simpson como um "hóspede" na década de 1990 e virou uma testemunha-chave em seu julgamento.

EXISTE UM VERDADEIRO DEROL NA VIDA DE RIAN JOHNSON

Johnson também usou Derol para homenagear dois de seus melhores amigos. Em primeiro lugar, o próprio intérprete de Derol, Noah Segan, que estrelou todos os longas do cineasta até hoje. Em segundo, um de seus parceiros mais antigos, que serviu de inspiração para o nome e para a personalidade do personagem: Derol Frye. Este último confirmou a informação em conversa com a Variety.

Ele é do tipo que vai de moto até a exibição do novo projeto de Johnson e depois cai no sofá de um amigo. Ele também tinha cabelo comprido quando adolescente e era uma espécie de hippie. E gosta de beber cerveja mexicana – em Glass Onion, Derol sempre aparece com uma garrafa de Corona na mão.

Para completar, o verdadeiro Derol participa de uma banda chamada Little Petie & the Mean Old Men. Na ficção, o grupo é o favorito de seu homônimo.

Embora o ator e o amigo de Johnson nunca tenham se encontrado, Noah criou o personagem da maneira que o diretor o descreveu: um sujeito que gosta de se divertir e é um verdadeiro canhão de humor.

Inicialmente, Derol Frye estava cético de que Johnson o envolveria na obra dessa maneira, mas, quando viu o produto final, ficou satisfeito. "Eu mandei uma mensagem para ele [Johnson] dizendo: 'Você está certo. Ele era o cara mais legal do filme.'" Depois de assistir a Glass Onion pela segunda vez, ele concluiu: "Esse cara definitivamente rouba o show."

Leia o artigo em AdoroCinema

Glass Onion: Personagem de Daniel Craig teve sua sexualidade revelada na sequência de Entre Facas e Segredos?

Glass Onion: A sequência musical com Janelle Monáe e Edward Norton que foi cortada do filme da Netflix

Glass Onion: A grande reviravolta do filme que o diretor originalmente não aprovava

Glass Onion: Mona Lisa não é a única pintura famosa que aparece no filme; confira todas as obras de arte no sucesso da Netflix

Glass Onion: A cena pós-créditos que você nunca verá, mas que teria mudado o final do filme para sempre