Glamour Garcia: “Não aceitam uma trans bonita. Acham que somos jacaré de peruca”

Lucas Pasin
·3 minuto de leitura
Glamour Garcia (Foto: Reprodução/Instagram @glamourgarcia)
Glamour Garcia (Foto: Reprodução/Instagram @glamourgarcia)

Conhecida nacionalmente pela personagem Britney de “A Dona do Pedaço”, exibida em 2019, Glamour Garcia levou para a televisão não apenas um novo rosto talentoso, mas também representatividade.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter

Justamente sobre esse tema a atriz conversou com o Yahoo e analisou episódios recentes de transfobia no mundo dos famosos, como o caso com Thammy Miranda no Dia dos Pais e a piada polêmica feita por Marília Mendonça. A atriz dispara: “As pessoas são transfóbicas todos os dias. É algo ainda estrutural e marcante na nossa vida.”

Leia também:

Fã assumida de Marília Mendonça, Glamour desacreditou na piada feita pela sertaneja quando em uma live riu de um amigo ter se relacionado com uma mulher trans.

“Absurdo. Toda a admiração que eu tinha por ela foi embora. Que coisa mais ridícula o que ela falou”, disse a atriz, que aponta: “Isso mostra que ela se sentiu feia e quis ofender outra pessoa. Não aceitam que a mulher trans seja bonita. Querem que a gente pareça um jacaré de peruca”, ressalta.

Já sobre o preconceito enfrentado por Thammy Miranda após protestos por ter sido escolhido para representar a paternidade em uma campanha publicitária, Glamour segue com a mesma linha de raciocínio e se diz cansada de tanta barbaridade:

“O povo não tem mais o que fazer. Ele é pai. Tem direito de comemorar o dia dos pais e a empresa quis contratá-lo. As pessoas precisam ter um pouco mais noção de ridículo. Parece que estou sendo agressiva dizendo isso, né? Mas as pessoas que são e não se dão conta de algo tão simples.”

Dei pitacos no texto de Walcyr Carrasco”

Ainda em sua luta para tirar a transexualidade do ‘lugar folclórico’, como ela mesmo diz, Glamour Garcia relembra que chegou a dar alguns palpites no texto de Walcyr Carrasco, tudo para que a mulher trans não caísse no lugar de chacota.

“Sabia que corria o risco de ser anulada do projeto, mas sempre dei a minha opinião. Falava quando achava algo transfóbico, quando não era um discurso certo, quando era piada. Sempre me meti no texto e fui bem recebida. Os pitacos que eu dei foram bons para integrar a equipe e tirar a mulher trans do imaginário folclórico. A Britney mostrou situações da vida real de uma transexual”, aponta Glamour, que completa: “Não ficou no lugar caricato. A caricatura não ajuda, só desconstrói, ofende e humilha.”

Glamour sabe que uma novela é romantizada e que a vida de uma mulher transexual não, mas agradece o que ela chama de grande presente em sua vida: “Sempre sonhei em representar vários papéis, mas nunca imaginei que o maior papel que eu ganharia é o de ter representatividade. O Walcyr me presenteou com uma personagem maravilhosa. A Britney também me representou.”

Confira na íntegra o bate-papo com Glamour Garcia no Yahoo Vida e Estilo: