Gkay desabafa sobre pressão estética na internet: "Me deixem ser feia"

·2 minuto de leitura
A influenciadora Gkay. Foto: reprodução/Instagram/gessicakayane
A influenciadora Gkay. Foto: reprodução/Instagram/gessicakayane

Resumo da notícia

  • Gkay desabafou sobre críticas que costuma receber nas redes sociais sobre sua aparência

  • Influenciadora pediu a seus seguidores que a "deixassem ser feia"

  • Ela acredita que muitos dos ataques acontecem por machismo

Cansada das críticas desnecessárias à sua aparência, a influenciadora Gessica Kayane, a GKay, fez um desabafo nas redes sociais que viralizou na última semana. No vídeo, a humorista conta que muitas das mensagens que recebe diretamente são apenas comentários negativos sobre seu rosto, seu cabelo, seu corpo ou suas roupas.

"Vocês não têm noção do que fazem com a autoestima de uma pessoa. É toda hora: roupa feia, cara feia, cabelo feio. Me deixem ser feia!", bradou, irritada, nos Stories do Instagram.

Leia também:

Em entrevista ao portal UOL, a paraibana, que tem mais de 14 milhões na plataforma, afirma que as mensagens costumam ter um tom de cobrança, como se ela fosse obrigada a seguir um padrão de beleza ou de moda.

À publicação, Gkay declarou que esse comportamento do público tem muita influência do machismo. "Se eu fosse homem, não escutaria nem metade [das críticas]", afirmou.

No relato que fez em vídeo, a influenciadora chegou a declarar que "o que tinha de plástica para fazer eu já fiz". Ela garante, no entanto, que nenhum dos procedimentos foi para atender a alguma expectativa alheia.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

"Fiz todas elas porque queria, sentia vontade. Graças a Deus, nunca cheguei ao ponto de sofrer um ataque tão pesado que me levasse a uma mesa cirúrgica — é que eu faço terapia, cuido da minha saúde mental, caso contrário, estaria ferrada. Se você levar a sério todo comentário que você ouvir na internet a respeito da sua aparência, você não vai sair da mesa cirúrgica nunca", analisou.

Segundo Gkay, as cobranças diminuíram depois do desabafo sobre esse tipo de pressão, mas ela admite que, em alguns dias, os ataques acabam pesando mais. "Às vezes uma característica sua nem te incomoda, mas passa a incomodar de tanto que as pessoas falam", pontuou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos