Gilberto Gil tem título de cidadão honorário rejeitado por vereadores de Florianópolis

***ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, BRASIL, 02/11/2022 - o cantor Gilberto Gil antes da abertura do Festival Musica em Movimento, no teatro Sérgio Cardoso. Coluna Monica Bergamo. (Foto: Greg Salibian/Folhapress)
***ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, BRASIL, 02/11/2022 - o cantor Gilberto Gil antes da abertura do Festival Musica em Movimento, no teatro Sérgio Cardoso. Coluna Monica Bergamo. (Foto: Greg Salibian/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Três anos depois de ter o título de cidadão honorário rejeitado pela Câmara de Vereadores de Florianópolis, Gilberto Gil, 80, teve seu nome reprovado mais uma vez para receber a honraria da capital de Santa Catarina.

Foram oito votos favoráveis, seis contrários e duas abstenções nesta terça-feira (14), a proposta foi feita pelos vereadores Carla Ayres (PT) e Afrânio Boppré (PSOL). Para ser aprovado, o texto precisava de aprovação de maioria ampla (23 vereadores) ou seja de 12 votos a favor. Em 2020, a iniciativa para o cantor e compositor chegou a ser aprovada em primeira votação, mas, como eram necessárias duas votações, oito dos 23 foram contra o título, que não passou na segunda rodada.

O título de cidadão honorário é uma homenagem para pessoas não nascidas em uma determinada cidade, mas que prestaram serviços relevantes ao município, ao estado, ao Brasil, à humanidade e são reconhecidos em seus campos de atuação.

Gilberto Gil se apresenta em Florianópolis no dia 26 de março, durante a Maratona Cultural em comemoração ao aniversário da cidade, que irá completar 350 anos três dias antes. Segundo o site G1, a ideia dos vereadores era homenagear o artista baiano durante sua passagem pela capital catarinense.