Gigi Hadid deixa Twitter após compra por Elon Musk

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A modelo Gigi Hadid, 27, anunciou via Instagram que desativou sua conta no Twitter.

Ela compartilhou, via Stories, uma postagem de membros do setor de direitos humanos da empresa que relatava que toda a equipe havia sido mandada embora. Hadid escreveu, no Story, que está deixando o site.

"Por muito tempo, especialmente com a nova liderança, está se tornando cada vez mais um espaço de ódio e intolerância do qual não quero mais fazer parte."

Hadid pediu desculpas aos fãs pela perda da conexão. Perfis dedicados a acompanhar a carreira da modelo também lamentaram o fim do canal de contato.

Hadid é conhecida pelo engajamento em pautas de direitos humanos.

Ela protestou, em 2017, contra um decreto do então presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que reduzia drasticamente o número de refugiados permitido e barrava a entrada daqueles cujo país de origem fosse a Síria, Líbia, Iêmen, Iraque, Sudão e Somália, de maioria muçulmana.

Ela também demonstra simpatia e apoio pelo movimento Black Lives Matter e pela causa pró-Palestina.