Gayming Awards 2021: o que esperar da primeira premiação queer voltada para o universo dos videogames

Redação Papelpop
·4 minuto de leitura
Cerimônia acontece em 24 de fevereiro (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação

Todos os anos são feitas premiações para eleger as melhores obras da cultura pop e do entretenimento, nos mais variados seguimentos. A gente adora comentar, especular e falar sobre cada um desses eventos, sejam eles o Oscar, o Grammy, o Emmy, o Golden Globes, ou mesmo premiações nacionais como o MTV Miaw e o Prêmio Multishow.

Isso acontece com o intuito de reconhecer o trabalho de quem ralou muito ao longo dos últimos doze meses. Nos últimos tempos tem crescido a consciência dos organizadores dessas honraras no sentido de destacar questões ligadas à diversidade e à inclusão – o que torna 2021, um ano tão promissor, a oportunidade perfeita pra estreia da primeira premiação exclusivamente LGBTQ+ do universo gamer.

Estamos falando do Gayming Awards, que rola no próximo dia 24 de fevereiro.

Gay Pride Rainbow GIF by Julie Winegard - Find & Share on GIPHY
Gay Pride Rainbow GIF by Julie Winegard - Find & Share on GIPHY

Com a responsabilidade de ser a primeira celebração voltada para o público queer, o evento é organizado pela revista britânica Gayming Magazine, periódico pioneiro em unir questões de representatividade ao universo eletrônico. Com apresentação da comediante Suzi Ruffel, três categorias da noite recebem voto do público: Melhor Jogo Indie LGBTQ+, Melhor Streamer LGBTQ+ e Prêmio de Diversidade da Indústria. O restante fica a cargo de 20 de jurados especializados, pertencentes ou simpatizantes da sigla.

Bora conhecer todas as categorias?

Jogo do Ano

Este é o principal prêmio da noite e celebra o melhor game de 2020, segundo a votação do júri.

Prêmio Representação Autêntica

Este troféu, por sua vez, reconhece o melhor exemplo de representação da experiência LGBTQ+ em um game.

Melhor Personagem LGBTQ

Quando se fala em representatividade queer, a inclusão de personagens membros da comunidade em jogos de videogame é um ponto necessário. A categoria reconhece o melhor personagem da sigla.

Melhor Narrativa LGBTQ

Além de cuidar da inserção de personagens LGBTQ+ nos jogos, é preciso oferecer-lhes uma boa história. A categoria de Melhor Narrativa é destinada para as histórias mais louváveis, que contemplem pessoas deste universo.

Melhor Jogo Indie LGBTQ (voto popular)

Jogos indies sempre foram porta para experimentações e inovações. Oportunidade para contar histórias mais delicadas, que nem sempre são bem-vindas em grandes estúdios, sabe? O prêmio de Melhor Jogo Indie é destinado para produções realizadas por desenvolvedores independentes ou pequenos grupos que não pertençam a grandes empresas e que contem histórias ou apresentem elementos LGBTQ+.

Streamer LGBTQ do ano (voto popular)

Como um dos principais pilares da indústria dos games hoje em dia, os streamers tem se tornado cada vez mais importantes e populares. A premiação é dedicada a essas pessoas que reúnem e representam a comunidade no mundo gamer.

Prêmio Diversidade da Indústria

Este prêmio celebra uma organização que fez um trabalho significativo na divulgação, desenvolvimento e promoção da diversidade interpessoal. Não basta apenas ter membros que representem a sigla. É preciso confirmar que os envolvidos também sintam orgulho e se sintam contemplados!

Prêmio Ícone Gayming

A categoria reconhece as contribuições oferecidas por uma pessoa LGBTQ+ à indústria global de jogos, que tem trabalhado continuamente para aumentar a presença de diversidade tanto nas produções, como nos espaços de desenvolvimento. Ao receber o troféu, essa pessoa vai estrear o Gayming Icons Hall of Fame.

Prêmio Leitores da Gayming Magazine (voto popular)

Esta categoria de voto popular vai deixar o público da Revista Gayming Magazine escolher o principal jogo de 2020.
A lista de indicados de todas as categorias será divulgada neste mês de dezembro. Mas pera…

Quem são os favoritos?

Difícil responder a essa pergunta, mas nas redes sociais, dois fortes palpites dizem respeito a “The Last of Us: Parte 2” e “Tell Me Why”.

“The Last Of Us: Parte 2”

The Last of Us Part II - Gif of Ellie's Smile! | The last of us, The last of us2, The lest of us
The Last of Us Part II - Gif of Ellie's Smile! | The last of us, The last of us2, The lest of us

Uma aventura perigosa, violenta e intensa, The Last Of Us Part II expande o universo pós-apocalíptico do primeiro game e entrega o protagonismo a Ellie, uma garota lésbica. O game também apresenta outros personagens pautados na diversidade como a Dina, interesse amoroso da protagonista, e Lev, um garoto trans que atravessa a vida da personagem Abby durante o gameplay. O jogo é exclusivo para Playstation 4.

“Tell Me Why”

but i love him!! and alyson! and the game!! | Tumblr
but i love him!! and alyson! and the game!! | Tumblr

Desenvolvido pela francesa Dontnod Entertainment e distribuído pela Xbox Game Studios Europe, “Tell Me Why” é uma aventura narrativa dividida em três capítulos. O game acompanha os irmãos gêmeos Tyler e Alyson em uma trama que resgata elementos de uma infância dolorosa, em que a relação dos dois é o fio condutor da história.

Um dos protagonistas, Tyler, é um garoto trans. Exclusivo para Xbox One e PC, o jogo recebeu o apoio da GLAAD organização não-governamental estadunidense cujo foco é a monitoramento da maneira como a mídia retrata as pessoas queer.

Mais detalhes podem ser obtidos no endereço digital da honraria, www.gaymingmag.com/awards/. Logo mais você confere a cobertura completa aqui com a gente!

***

Colaborou Diego Souza Carlos