Gatos gostam mais de humanos do que de comida, diz estudo

Divulgação/New Line Cinema

Há pessoas que consideram os gatos criaturas anti-sociais, mas de acordo com novo estudo, isso não passa de uma injustiça. Segundo pesquisadores, os bichanos domesticados preferem a interação com seus humanos a outros prazeres, como comida, por exemplo.

Publicado pelo jornal Behavioural Processes, o estudo aponta que mesmo sendo comum acreditar que os felinos não são sociáveis ou treináveis, novos testes provam que eles possuem complexas habilidades sócio-cognitivas e de resolução de problemas.

Participaram do estudo gatos adultos de duas categorias: os de estimação e os que vivem em abrigos. Ambos os grupos tiveram seus estímulos testados em quatro categorias: interação social humana, comida, brinquedos e perfume. Em seguida, os pesquisadores registraram o tempo que os animais interagiram com cada um deles, para no fim determinar qual seu estimulo favorito.

Muitos demonstraram ordem diversas de gostos, mas a interação com humanos se sobressaiu entre a maioria deles, seguida pela comida. O resultado foi o mesmo tanto para os gatos que possuem casa e dono, como para os que vivem em abrigos. Então já sabe, não deixe de dar carinho para o seu gato que ele responderá da melhor maneira.