Gary Oldman anuncia aposentadoria: "Não quero trabalhar aos 80"

Gary Oldman na pré-estreia da segunda temporada de
Gary Oldman na pré-estreia da segunda temporada de "Slow Horses" no Soho Hotel em 7 de novembro de 2022 em Londres, Inglaterra. (Foto: David M. Benett/Dave Benett/Getty Images for Apple)

Após mais de quatro décadas dedicadas à carreira artística, o vencedor do Oscar Gary Oldman quer se aposentar. Dono de uma carreira bem sucedida, o astro de "Harry Potter" revelou o desejo de parar de atuar.

Em entrevista ao jornal "Times", o eterno Sirius Black afirmou que seu último trabalho será a série "Slow Horses", da Apple TV+, que ganhará segunda temporada em dezembro. “Tive uma carreira invejável. Mas essas coisas passam, e preciso fazer outras coisas que me interessam além da atuação", explicou ele.

"Quando se é jovem, você imagina que conseguirá fazer tudo que quer na vida, mas os anos passam. Estou beirando os 70 anos. Não quero trabalhar aos 80. Ficarei muito feliz e honrado de encerrar minha obra com 'Slow Horses'”, afirmou Oldman.

Apesar do anúncio da aposentadoria, ainda veremos o ator nos cinemas em 2023. Gary integra o elenco grandioso de "Oppenheimer", novo filme do cineasta Christopher Nolan sobre a invenção da bomba atômica.

Além de interpretar o eterno padrinho do bruxo Harry Potter, Gary Oldman estrelou inúmeros projetos de destaque, como "O Quinto Elemento" (1997) e "O Profissional" (1994). O artista também viveu o comissário Gordon na trilogia "O Cavaleiro das Trevas", comandada pelo Nolan.

Aos 64 anos, ele já venceu o maior prêmio do cinema por sua performance como Winston Churchill em "O Destino de Uma Nação" (2017), esteve em "Drácula de Bram Stoker" (1992), "O Espião Que Sabia Demais" (2011), "O Livro de Eli" (2010) e "Hannibal". Em seu currículo, o ator também está creditado por "Mank" (2020), "A Mulher na Janela" (2021), "Planeta dos Macacos: O Confronto", "A Garota da Capa Vermelha" (2011), "A Lavanderia" (2019) e "O Espaço Entre Nós" (2017).