Garotinha que nasceu sem as mãos vence concurso de caligrafia

Reprodução/Facebook Greenbrier Christian Academy

Uma garotinha de 9 anos acaba de mostrar seu talento excepcional ao vencer dois prêmios nacionais americanos de caligrafia. Aí você se questiona: mas qualquer criança é capaz de vencer uma competição como essa.

Leia mais: Ele nasceu sem os braços e pernas e realizou o sonho de ser fotógrafo profissional

Mas no caso de Anaya Ellick, o prêmio é mais do que merecido, já que a menina nasceu sem as duas mãos. Ela foi agraciada com o Prêmio Nicholas Maxim de 2018, parte do Concurso Nacional de Caligrafia Zaner-Bloser. O prêmio reconhece estudantes com necessidades especiais que desenvolveram domínio sobre a escrita manual.

Apesar de ter nascido sem as mãos, Anaya não usa próteses e aprendeu a segurar os lápis entre seus braços para escrever e desenhar. “Ela trabalha duro, é determinada e independente. Anaya não deixa nada atrapalhar seu caminho para alcançar seus objetivos”, diz Tracy Cox, direto da escola em que a menina estuda.

Leia mais: Jovem de 17 anos ajuda homem com deficiência a comer em shopping e emociona

Gary Ellick, pai de Anaya, afirma que a filha sempre foi muito determinada. “Ela foi sempre do tipo que dizia: ‘eu posso fazer isso’. Isso só continuou ao longo dos anos”. Segundo Anaya, ganhar o concurso “não foi muito difícil” e ela agora pretende continuar seu esforço para aprimorar suas habilidades.