Gal Costa: famosos e amigos vão a velório com vestes brancas em respeito ao candomblé

<p>Famosos, amigos e familiares se despedem de Gal Costa em São Paulo (fotos: Ethieny Karen/Yahoo Vida e Estilo)</p>
No centro da foto, Bela Gil (à esquerda) e Janja (de blazer) diante do caixão de Gal Costa (Foto: Ethieny Karen/ Yahoo Vida e Estilo)

Alguns famosos e anônimos presentes no velório da cantora Gal Costa, nesta sexta-feira (11), na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), deixaram a tradicional cor preta de lado e se despediram da artista com vestes brancas. A escolha demonstra um respeito às tradições do candomblé, religião da qual Gal era adepta.

A cantora era filha de Omulu e foi iniciada no Terreiro do Gantois por Mãe Menininha, mais famosa yalorixá da Bahia e que esteve à frente do terreiro de 1922 a 1986, ano de seu falecimento. Ègbón Gal Costa de Omolu, como a artista era chamada dentro do centro religioso, teve seu corpo preparado por integrantes do Terreiro do Gantois, que se deslocaram até São Paulo para se despedir dela.

Durante o velório, figuras públicas como a futura primeira-dama, Janja, foi uma das personalidades que vestiu branco. A cor costuma ser usada às sextas-feiras porque é o dia de Oxalá. O orixá é compreendido como o Grande Pai, e em sua homenagem frequentadores e simpatizantes utilizam a cor para honrá-lo e celebrar a religião.

Além de Janja, a apresentadora Bela Gil, a atriz Lúcia Veríssimo, ex-companheira de Gal, e outros amigos e irmãos de terreiro da cantora também utilizaram roupas brancas em respeito a Oxalá.

Mais homenagens

Além de vários artistas, muitos fãs da cantora, reconhecida internacionalmente como um ícone da MPB, estiveram presentes no momento. Um registro feito pela equipe do Yahoo mostra um grupo entoando "Força Estranha" sob aplausos em homenagem à grande voz.

A cantora de 77 anos faleceu na última quarta (9), e deixou um filho único, Gabriel Costa Penna Burgos, de 17 anos.