Gal Costa e o futebol: Relembre momentos marcantes da cantora no meio da bola

SÃO PAULO, SP, 11.11.2022 - GAL-COSTA: O corpo da cantora Gal Costa é velado na Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo), na manhã desta sexta-feira (11). Gal Costa, uma das maiores cantoras do Brasil, morreu aos 77 anos, na capital paulista, na quarta-feira (9). (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)
SÃO PAULO, SP, 11.11.2022 - GAL-COSTA: O corpo da cantora Gal Costa é velado na Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo), na manhã desta sexta-feira (11). Gal Costa, uma das maiores cantoras do Brasil, morreu aos 77 anos, na capital paulista, na quarta-feira (9). (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Muita gente pode não saber, mas Gal Costa, que morreu aos 77 anos, tem uma importância histórica no futebol, seja com músicas que acabaram imortalizadas por torcidas ou pelas opiniões dela sobre o mundo da bola.

A revista Trivela lembra o dia em que Gal ajudou a entrevistar João Saldanha (1917-1990), então técnico da seleção brasileira que acabou nem indo para a Copa de 1970. Na ocasião, pela Revista Manchete, ela quis saber a respeito do futebol arte brasileiro e se ele era adepto de uma tática para aliar a beleza do jogo à força.

"Você tem razão. O futebol é como a música (...) E não serei eu quem vai modificar o caráter nacional do futebol brasileiro. Isso seria um crime", respondeu Saldanha na época.

Famosa canção de Gal, "Balancê" virou hino ao longo dos anos por torcidas de grandes clubes do país como Corinthians, Vasco e São Paulo. Gal era torcedora do Bahia, mas também se dizia amante do Flamengo, time rubro-negro carioca.

Ainda no quesito música, uma que ficou famosa na interpretação de Gal Costa foi "70 Neles", que fazia parte de uma peça publicitária para a copa do Mundo de 1986. A música fez sucesso no Mundial do México.