Gal Costa canta com Rodrigo Amarante e Zeca Veloso em músicas de novo álbum

LUCAS BRÊDA
·1 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 11.09.2019: Retrato da cantora Gal Gosta em São Paulo. (Foto: Lucas Seixas/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 11.09.2019: Retrato da cantora Gal Gosta em São Paulo. (Foto: Lucas Seixas/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O próximo disco de Gal Costa será lançado a conta gotas. Chamado provisoriamente de "Gal 75", o álbum contará com dez singles, lançados aos pares a partir desta sexta (13) até fevereiro de 2021, quando o trabalho ganhará versões físicas, em CD e LP.

As primeiras músicas reveladas são releituras de "Avarandado", em dueto com Rodrigo Amarante, e "Nenhuma Dor", em parceria com Zeca Veloso. As duas faixas são composições de Caetano Veloso, e foram lançadas originalmente em "Domingo", disco de 1967 que marcou a estreia fonográfica de Gal e Caetano.

Além dos vocais de Amarante, "Avarandado" foi produzida e teve quase todos os instrumentos tocados pelo vocalista, guitarrista e compositor do Los Hermanos. Zeca Veloso é responsável pelo violão e vozes na nova versão de "Nenhuma Dor". Os arranjos de cordas das duas músicas são de Felipe Pacheco Ventura.

Gravado durante a pandemia em seis cidades diferentes, "Gal 75" conta com dez duetos da cantora com artistas de gerações mais novas que ela. São eles Criolo, Rubel, Seu Jorge, Silva, Tim Bernardes, Zé Ibarra, o português António Zambujo e o uruguaio Jorge Drexler, além de Zeca e Amarante.

O novo disco de Gal, cujo título faz referência à idade da cantora, sucede "A Pele do Futuro", seu mais recente álbum de estúdio, de 2018. O repertório de "Gal 75" é composto por releituras de músicas já gravadas pela cantora ao longo da carreira.