De Gagliasso a Porchat, famosos comentam sobre a saída de Teich

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A saída do agora ex-ministro da Saúde Nelson Teich virou um dos assuntos mais comentados das redes sociais e também entre os famosos. Artistas foram à público manifestar seus pontos de vista.

O ator Bruno Gagliasso criticou a fala de Jair Bolsonaro que veio à tona sobre a Polícia Federal. "O PF acha que a gente vai esquecer que ele falou PF por causa da queda do Teich? Claro que não, PF. Vc ter falado PF é mais um dos mil motivos que temos para pedir a sua cabeça, PF. Entendeu, PF?", escreveu.

Fábio Porchat também se manifestou publicamente sobre os acontecimentos do dia na política federal. "Espero que as pessoas entendam que 'despreparo, burrice e ignorância' são tão prejudiciais para o país quanto a corrupção", publicou.

A atriz Fernanda Paes Leme fez uma piada a respeito das recorrentes saídas de ministros do governo Bolsonaro. Vale lembrar que já deixaram seus cargos, além de Teich, o ex-ministro Mandetta e o ex-ministro Sergio Moro.

"Também quero sair do governo Bolsonaro. Como é que faz?", postou a atriz.

A cineasta Petra Costa fez um paralelo entre a situação política e a situação do coronavírus. "O Brasil tem um presidente que demite dois ministros da Saúde em um mês durante uma pandemia. Com mais de 14 mil mortos. É uma situação tão absurda que a gente fica sem palavras."

Apresentador do Globo Esporte, Felipe Andreoli também brincou sobre a situação. "Galera, relaxa, está tudo certo. Estamos no mesmo barco. Titanic é o nome", postou.

Além deles, artistas como o humorista Paulo Vieira e os atores José de Abreu, Marcelo Médici e Armando Babaioff também se pronunciaram.