Gabriella Lima abraça todos os ritmos no clipe conceitual de “Samba Boom”

Guilherme Araujo
·2 minuto de leitura
Faixa integra o repertório do disco
Foto: Divulgação/Zarella Neto

Quando lançou o disco “Bálsamo”, no início de março, a cantora Gabriella Lima expôs uma arte que era fruto de confluências. Ritmos, experiências pessoais e, por que não, cidades foram os responsáveis por direcionar sua narrativa.

Nada mais natural do que se aprofundar em cada um desses temas a partir de canções bastante específicas, que se atrevem a ser também convites para o ouvinte.

Nesta sexta-feira (12), ela convoca o público a tirar os sapatos mais uma vez para entrar na pista, abraçando dores e fantasmas. Chega ao streaming o clipe de “Samba Boom”, canção festiva, libertária e que representa o espírito da obra.

Entre o jazz de sua formação, o pop da saudosa Paris e o brasileiríssimo samba, a cantora acena para gêneros de diferentes searas e espaços de tempo em uma letra que se situa no otimismo.

Mantê-lo não é lá uma tarefa fácil, especialmente, levando em consideração que o sol não tem brilhado todos os dias. Mas Gabriella, instintiva, cumpre sua missão ao oferecer um caminho conceitual que se guia por grooves, guitarras elétricas e cuícas. Por pinturas corporais que refletem a inquietação e a personalidade de uma artista em movimento.

Aceita esta dança cheia de ginga. Assista no player abaixo.

A artista

Nascida em São Paulo, mas radicada em Paris, Gabriella Lima estreou em 2021 nove canções inéditas que versam sobre a complexidade dos próprios anseios. Plasmados em música, temas como descontentamento, emoções e inquietação são a força motriz de uma jornada cujo destino reserva à autora um encontro solar consigo mesma.

Em sua larga bagagem está a música popular brasileira, que vem de berço, e o pop francês, descoberto em sua nova morada. São dois universos que se fundem a fim de criar algo novo, muito próprio. Ouça nas plataformas digitais.

Spotify | Deezer | Apple Music