Britney Spears se recusa a ver a mãe após tutela: "Arruinou minha vida"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 18.11.2011 - Show da cantora norte americana Britney Spears na Arena Anhembi, em São Paulo. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 18.11.2011 - Show da cantora norte americana Britney Spears na Arena Anhembi, em São Paulo. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Britney Spears, 39, está se recusando a ver sua mãe, Lynne Spears, 66, mesmo depois que a matriarca voou de Louisiana para Los Angeles para tentar desesperadamente se reconciliar com ela, segundo o Page Six. 

As coisas estão tão ruins entre as duas que a estrela não deixou nem mesmo a mãe entrar em sua casa pouco antes do fim de sua tutela no dia 29 de setembro. A cantora teve a vida financeira, carreira e pessoal controlada pelo pai Jamie Spears, 69, durante 13 anos. 

Fontes dizem que Britney culpa a mãe por "arruinar" sua vida com a tutela. Ela disse que algumas semanas antes do término da tutela, Lynne voou para Los Angeles para tentar se reconectar com Britney. 

Dias depois após a juíza suspender a tutela, a cantora fez uma publicação nas redes sociais acusando a mãe de ter dado ideia para o pai, mas depois apagou. "Meu pai pode ter começado a tutela há 13 anos, mas o que as pessoas não sabem é que foi minha mãe a pessoa que deu a ideia a ele! Eu nunca vou conseguir esses anos de volta", disse Britney. 

Britney acrescentou ainda que a mãe secretamente arruinou sua vida e também acusou Lou Taylor", a ex-porta-voz da família Spears e também ex-gerente de negócios da artista. 

Para piorar as coisas, Lynne pediu em documentos judiciais obtidos pela Page Six que o espólio de Britney pagasse seus advogados. Ela alegou ter contratado para "ajudar Britney a se libertar do que ela via como uma existência muito controladora". 

A petição também afirmou que os advogados trabalharam "pesquisando e examinando médicos especialistas qualificados" para Britney em maio de 2019 e acrescentaram que defenderam a remoção de Jamie da tutela. 

Na segunda-feira (15), Britney escreveu no Instagram que ela ainda estava "nas nuvens " depois de ser libertada de sua tutela".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos