Funcionários da EBC apoiam Joel Zito Araújo para presidência da empresa na gestão Lula

*** FOTO DE ARQUIVO *** SÃO PAULO, SP, 01.12.2016: Joel Zito Araujo, cineasta. Coquetel de lançamento da Associação dos Profissionais do Audiovisual Negro.   (Foto: Bruno Poletti/Folhapress)
*** FOTO DE ARQUIVO *** SÃO PAULO, SP, 01.12.2016: Joel Zito Araujo, cineasta. Coquetel de lançamento da Associação dos Profissionais do Audiovisual Negro. (Foto: Bruno Poletti/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Funcionários da EBC (Empresa Brasil de Comunicação) vão divulgar uma nota em que apoiam o cineasta e pesquisador Joel Zito Araújo para a presidência da empresa na gestão Lula (PT).

"Ele tem o apoio de intelectuais, pesquisadores e de ex-conselheiros da EBC", afirma o documento da Frente em Defesa da EBC. A ex-presidente do conselho curador da empresa Rita Freire diz que "é necessário um perfil capaz de dialogar com a cultura e de promover um jornalismo de referência".

A EBC, vinculada ao governo, tem sob sua gestão a TV Brasil, a Agência Brasil e rádios públicas. Atualmente, a empresa é presidida pelo publicitário Glen Lopes Valente, ex-diretor do SBT.

Sob a gestão de Jair Bolsonaro (PL), os jornalistas vêm denunciando suposta censura e decisões alinhadas ao governo federal. Segundo os funcionários, a empresa negligenciou, por exemplo, a cobertura da epidemia da Covid-19.

A nota da Frente em Defesa da EBC também diz que "o projeto do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva [PT], de transformar a EBC na BBC brasileira encontra eco no grupo, que sonha em ampliá-lo, para incluir as periferias brasileiras, o Norte e o Nordeste, em diálogo também com realizadores da América Latina e de África".