Frutinha e misto quente: a preparação dos fãs para ver Coldplay da grade no Rock in Rio

Matheus Teixeira, William Coelho Barreiros, Wendell Barreiros e mais dois manauaras na frente do Palco Mundo para curtir o show de Coldplay no sexto dia de Rock in Rio 2022 (Foto: Edda Ribeiro/ Yahoo)
Matheus Teixeira, William Coelho Barreiros, Wendell Barreiros e mais dois manauaras na frente do Palco Mundo para curtir o show de Coldplay no sexto dia de Rock in Rio 2022 (Foto: Edda Ribeiro/ Yahoo)

O Rock in Rio 2022 chega ao penúltimo dia de sua atual edição, neste sábado (10), e nem o sol carioca de quase 40 graus tirou os fãs do local mais disputado do evento: a grade em frente ao Palco Mundo.

Teve quem optasse por comprar comes e bebes disponíveis na Cidade do Rock, mas o público também aderiu mais uma vez ao lanche de casa: depois do frango empanado na sacola, teve maçã em pedaços e misto quente no meio do público que foi curtir o show da banda britânica Coldplay.

O dono dos zip locks com frutas é Lucas Moura, de 26 anos. O analista de projetos veio de São Paulo sozinho e quis garantir que estaria mais perto de sua banda do coração. “Trouxe tudo embalado - maçãs cortadas, uvas e tomate - e assim aguento até o final e fico hidratado”, disse.

Matheus Teixeira, 27, e Ana Caroline Teixeira, 30, vieram de Manaus (AM) para ver a banda comandada por Chris Martin. Na mochila, o que não faltou foi comida: os irmãos chegaram da viagem iniciada na capital amazonense e prepararam sanduíches - o famoso misto quente - para não ficarem de barriga vazia e perder o local onde aguardavam o show. Além disso, a água mineral para aguentar o calor foi essencial para os dois, que chegaram ainda de manhã para prestigiar o evento.

Ao lado, logo conheceram outros fãs que também vieram do Amazonas para prestigiar a banda. “Manaus é grande, mas o Rock in Rio é pequeno, viu?”, brincou o farmacêutico Wendell Barreiros, 31, que também veio ao festival com o irmão.

Calor e ventania marcam penúltimo dia de shows

Segundo o portal ClimaTempo, o dia já prometia um calor que só os fluminenses conhecem. O termômetro marcou 38 graus na tarde deste sábado, mas não impediu que o público aproveitasse o dia. Por volta das 16h, fortes ventos cobriam o festival, prometendo chuva na parte da noite.