Frances McDormand ganha seu terceiro Oscar de melhor atriz por 'Nomadland'

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A atriz americana Frances McDormand, de 65 anos, venceu pela terceira vez o Oscar de melhor atriz, e desta vez, por "Nomadland", de Chloé Zhao. A única outra mulher viva a ter a mesma marca é Meryl Streep --e um de seus prêmios é de melhor atriz coadjuvante, por "Kramer vs. Kramer". McDormand só perde para Katharine Hepburn, que morreu em 2003 com quatro Oscar na estante. Dois atores homens também têm três estatuetas, Jack Nicholson e Daniel Day-Lewis. McDormand já havia ganhado o mesmo troféu por "Três Anúncios para um Crime", de Martin McDonagh, em 2018, e por "Fargo", dos irmãos Joel e Ethan Coen, em 1997. Em "Nomadland", ela interpreta Fern, uma mulher que perde o emprego após a morte do marido e sai de sua cidade para viver como nômade. O filme venceu também o Oscar principal da noite, de melhor filme, e consagrou sua diretora, Chloé Zhao, a segunda mulher oscarizada na categoria da história. A atriz já havia concorrido outras três vezes ao Oscar de melhor atriz coadjuvante, por "Mississipi em Chamas", de Alan Parker, em 1989; "Quase Famosos", de Cameron Crowe, em 2001; e "Terra Fria", de Niki Caro, em 2006. "Minha voz é a minha espada. Nós sabemos que a espada é o nosso trabalho, e eu gosto de trabalhar. Obrigada por reconhecer isso", disse a atriz, durante o discurso.