1 / 9

Foografa doencas raras

Lizzie – possui doença de Huntington – Reprodução/samebutdifferentcic.org.uk

Fotografa faz série de imagens com pessoas que possuem doenças raras

Não há nada pior do que não se sentir incluso e se ver diferente por conta de uma condição permanente. Diversas doenças e limitações causam impacto não em só em suas vítimas, mas também em suas famílias.

Leia mais: Empresária dá resposta comovente a pai com filho deficiente que queria ir ao seu bar

Visando incentivar as pessoas a se aceitarem e se sentirem normais (como realmente são), a fotógrafa Ceridwen Hughes faz um lindo projeto. Ela capta pessoas com doenças raras em cliques que contam com emoção e verdade, com a intenção de chamar a atenção da população.

“Já que uma em cada 17 pessoas são afetadas por doenças raras, você pode pensar que as pessoas sentem interesse em se informar mais sobre o impacto disso nos indivíduos, suas famílias e a comunidade em que vivem. Mas infelizmente este não é o caso. Anos depois de meu próprio filho receber um diagnóstico, conheci centenas de famílias afetadas por essas doenças e a única coisa que a maioria delas afirmam é o sentimento de isolamento, porque há pouca compreensão”, disse ao BoredPanda.

Ela segue explicando que há cerca de 600 condições raras que afetam mais de 35 milhões de pessoas em toda a Europa. “Por isso eu queria criar um projeto que incentivasse as pessoas a quererem saber mais”.

Leia mais: Jovem explica porque é importante perguntar antes de ajudar alguém com deficiência

O resultado é o Beauty of Rare, que introduz uma série de doenças explicadas por aqueles que sofrem com elas e daqueles que estão à sua volta. “O projeto não pode tornar as pessoas melhores ou ajudá-las a encontrar uma cura milagrosa, mas pode ajudar as pessoas que se sentem isoladas a alcançar espaço em sua comunidade, derrubando barreiras de isolamento”, finaliza.