Foto de Gainsbourg é a mais valiosa em leilão de fotografias promovido pela AFP

·1 minuto de leitura
Serge Gainsbourg (D) responde a perguntas dos jornalistas Jean-Louis Burgat e Érik Gilbert (C) em 11 de março de 1984 durante o programa 7 sur 7, durante o qual ele queimou uma nota de 500 francos (AFP/PHILIPPE WOJAZER)

Uma fotografia do cantor francês Serge Gainsbourg queimando uma nota de dinheiro na TV em 1984 foi a estrela do primeiro leilão de fotos da AFP nesta domingo (3), que arrecadou 296.000 euros com 187 imagens, afirmou a agência.

A foto de Gainsbourg, na qual ele queima uma nota de 500 francos durante um programa de televisão para denunciar, segundo ele, o excesso de impostos na França, foi a maior transação ao ser vendida por 15.600 euros. O valor da imagem havia sido estimado entre 800 e 1.500 euros.

Outra das fotografias mais caras foi a do corpo de Che Guevara após sua morte na Bolívia em 1967, pela qual foram pagos 5.200 euros.

Outras imagens menos famosas, mas representativas, do trabalho de campo dos fotojornalistas da AFP, também foram leiloadas, como a explosão de um campo minado durante a primeira Guerra do Golfo em 1991, vendida por 4.550 euros.

As fotografias fazem parte de um acervo com mais de 6 milhões de fotografias analógicas capturadas entre 1944 e 1998 - 350.000 delas em chapas fotográficas - que estavam armazenadas na sede da agência, na Place de la Bourse, no centro de Paris.

Os compradores adquiriram uma "edição especial" em papel barita ou homogêneo de cor, com um selo AFP e um certificado de autenticidade.

A receita do leilão será destinada ao faturamento da agência jornalística e, mais especificamente, servirá para avançar na digitalização de seu imenso acervo fotográfico.

“Foi um grande sucesso, com muita gente conectada pela internet e no ponto de venda, We Are, que estava lotado”, disse Marielle Eudes, diretora de fotografia da AFP.

hh/may/ic/eb/eg/gf/ic

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos