Flamengo vai ter de pagar quase R$ 10 milhões a mais por Gabigol

Gabigol já tem acerto verbal com o Fla desde a semana passada (Bruno Baketa/Agif)

A demora de Gabigol para responder à proposta do Flamengo vai custar caro ao Rubro-Negro. É que a Inter de Milão não aceita mais a proposta de 16 milhões de euros acordada verbalmente em agosto do ano passado. O Blog apurou que a nova cifra discutida entre os clubes é de 18 milhões de euros ou R$ 83,7 milhões.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM
SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

Ou seja, a pedida dos italianos aumentou em 2 milhões de euros ou R$ 9,3 milhões. A diretoria rubro-negra já concordou em bancar os 18 milhões de euros exigidos pela Inter de Milão.

Leia também:

O martelo só não foi batido ainda porque a Inter ainda quer uma fatia maior do que os 20% combinados há cinco meses. Vice-presidente de futebol, Marcos Braz resiste e tenta manter o acordo anterior, para que o Fla fique com 80% do valor de uma venda futura.

Gabigol e Flamengo se acertaram verbalmente na semana passada, depois que o atacante percebeu que o mercado europeu não garantiria grandes ofertas oficiais nesta janela. O West Ham, da Inglaterra, foi aquele com maior interesse, mas a mudança não agradou os viajantes.

O novo salário do artilheiro do Brasileirão e da Libertadores ultrapassará R$ 1,5 milhões por mês. Essa era uma das exigências do goleador para ficar - ele tinha direito a R$ 1,25 milhão mensal no ano passado e cobrava que o Fla igualasse os números que ele possuía na Inter de Milão, o que foi atendido.

A tendência é de que o martelo entre Flamengo e Inter seja batido ainda nesta semana. Gabigol assinará um contrato entre quatro e cinco anos de duração, com multa rescisória gigante.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter