Flamengo notificará comentarista que falou em 'porrada no Arrascaeta'

Rodrigo Dunshee é vice-presidente jurídico e geral do Flamengo (Foto: Divulgação/Flamengo)


O departamento jurídico do Flamengo notificará o comentarista Mano, que, na última semana, aconselhou aos volantes Du Queiroz e Fausto Vera, do Corinthians, a "darem uma porrada" em Arrascaeta, durante o programa "Papo Reto", no "Canal do Benja", no YouTube.

Segundo Rodrigo Dunshee, vice-presidente geral e jurídico do Flamengo, o comentarista praticou "ilícito de incitação pública de crime" com as declarações, e o mesmo deve se retratar formalmente.

- Jornalista pregando violência no futebol para lesionar um atleta.. Para mim, esse jornalista pratica ilícito de incitação pública de crime. Porque provocar lesão corporal intencionalmente é isso. O Flamengo vai notificar esse cidadão para que ele se retrate formalmente, sob pena de adotar medida judicial - publicou Dunshee em seu Twitter.

- Não tive tempo de ver isso antes, mas não podemos deixar passar. Um jogo de futebol não é uma guerra e esse tipo de conduta pretende mostrar que vale tudo. Péssimo. Falta de respeito e de responsabilidade - completou o dirigente do Flamengo neste sábado.

Após a repercussão negativa do caso, Mano, por meio de um vídeo em suas redes sociais, Mano esclareceu suas falas polêmicas e pediu desculpa a Arrascaeta na sexta. Ele ponderou a situação e disse que foi mal interpretado pelas pessoas - veja a declaração completa aqui.