Fim imediato dos Estaduais e preservação das regras do Brasileiro. Sugestões para o calendário do futebol

Estádios fechados e esporte suspenso em vários países. Foto: Alessandra Torres/AGIF

Com a pandemia do Corona Vírus, o esporte parou no mundo todo, com previsões de retorno para junho. Ainda assim, muitos consideram o ano perdido, pelos prejuízos técnicos e financeiros. A Olimpíada de Tóquio, com início marcado para julho, está mantida.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

No Brasil, o futebol foi suspenso na maioria das federações estaduais e nos confrontos nacionais, organizados pela CBF. O calendário saturado vai deixar poucas datas para haver o equilíbrio necessário nas competições.

Leia também:

Então, vamos projetar o que pode acontecer nos próximos dias e meses, como sugestões.

  • Os Estaduais deveriam ser terminados com os times líderes ou campeões de turnos, declarados campeões, sem rebaixamento para as piores equipes. Os campeonatos de acesso podem ser transferidos para o segundo semestre;

  • Campeonato Brasileiro mantido com suas 38 rodadas. Se tiver que avançar 2021, que avance. Não será a primeira vez que isso irá acontecer. Mudança dos pontos corridos para mata-mata é ajudar os incompetentes com medidas oportunistas;

  • Libertadores e Copa do Brasil nos meios de semana, sem intervalos;

  • Datas Fifa devem ser extinguidas. Com os adiamentos da Eurocopa e Copa América, as eliminatórias também podem ser reduzidas ou empurradas, já que a Copa do Catar será em novembro/dezembro de 2022.

Adequar o calendário brasileiro ao europeu é peça de ficção porque a CBF não vai romper com as federações, extinguindo os Estaduais.

Pronto. Se houver coerência e boa vontade de quem organiza e de quem participa do futebol, dá para ajeitar as coisas, sem grandes problemas. O ideal já está prejudicado e todos precisam remar para o mesmo lado. Primeiro, a saúde. Depois, o resto. Até porquê, sem saúde, fim de papo.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.