Terra do Fim do Mundo: como é Ushuaia, a cidade mais astral do planeta

Ushuaia é carinhosamente conhecida como a Terra do Fim do Mundo. (Foto: Getty Creative)
Ushuaia é carinhosamente conhecida como a Terra do Fim do Mundo. (Foto: Getty Creative)

Encravada entre a cordilheira dos Andes e o Canal Beagle, Ushuaia é carinhosamente conhecida como a Terra do Fim do Mundo. Única cidade na Argentina com neve todos os anos, essa ilha de 70 mil habitantes é a capital da província da Tierra Del Fuego. Aqui está o ponto mais ao sul (ou austral) do planeta. O clima, com temperatura média de 6 graus, e a natureza completamente adaptada encantam com suas belezas exuberantes.

Passeios

Um dos passeios mais clássicos é se aventurar nas trilhas para chegar a incríveis lagoas formadas pelo derretimento da neve das montanhas. A Lagoa Turquesa e a Lagoa Esmeralda, por exemplo, têm paisagens dignas de ir para o feed do Instagram sem filtro.

Fotos da expedição para Ushuaia, Terra Del Fuego, Argentina
Árvore com carinha no caminho para a Lagoa Esmeralda, em Ushuaia (Foto: Felipe Abílio)

Mas não precisa caminhar tanto para curtir. O letreiro com o nome da cidade, à beira do lago e com vista para as montanhas, também é um ponto turístico que vale a pena. Entre poses e fotos, a percepção é unânime: o fim do mundo é lindo. Ainda dá para estender uma canga e tomar um mate quente para apreciar a paisagem.

Já na avenida San Martín, a principal da cidade, as vitrines exibem um pouco da moda ushuaiense. Ali também estão os principais bares, restaurantes e cafés. Um clima bem diferente de quando a cidade foi fundada, em 1884, para abrigar um presídio que recebeu pessoas de toda a Argentina, antes de ser desativado e virar um museu.

Quando viajar?

Fotos da expedição para Ushuaia, Terra Del Fuego, Argentina
Vista aérea de Ushuaia, última cidade do planeta (Foto: Felipe Abílio)

A posição geográfica da cidade — último ponto habitado do continente antes de chegar à Antártida — faz com que a natureza se adapte em todas as estações do ano. No inverno, entre junho e setembro, a neve é constante, transformando toda a paisagem num branco infinito. A temperatura média cai, podendo atingir até -20 Cº. Os passeios ganham outros tons, com alguns desafios a mais, como trilhas barrentas. Em volta, a natureza parece completamente adormecida por baixo da camada de gelo. Bom para quem gosta de neve.

Já no verão, entre dezembro e março, a natureza ganha tons diferentes, com árvores de folhagem avermelhadas e troncos em tons de grafite brilhante. Parece que tudo foi colorido à mão. Com as temperaturas um pouco mais elevadas, na média de 15 a 18 graus, muitos turistas argentinos viajam de férias para descanso e lazer. As trilhas também ficam mais secas neste período. Em qualquer época do ano, Ushuaia recebe o turista com paisagens únicas.

Laguna Esmeralda​​

Lagoa Esmeralda, em Ushuaia, Argentina, foto: Felipe Abílio
A lagoa Esmeralda tem uma beleza única (Foto: Felipe Abílio)

Os quase cinco quilômetros de trilha, às vezes morro acima, são de tirar o fôlego de trilheiros acostumados. Mas, no final, a paisagem é cinematográfica. No meio de uma montanha enorme de neve, uma lagoa verde esmeralda se forma através do gelo que derrete e escorre pela pedra. Puxar o ar e sentir o vento gelado batendo no rosto faz parte dos primeiros segundos de contemplação ao alcançar o destino. O lugar parece esculpido por um artista, com detalhes em tons laranjas, brancos e verdes.

O trajeto de ida e volta é de 9 quilômetros, e tem dificuldade média. A trilha é toda marcada com placas amarelas, e a floresta é aberta, com árvores espaçadas. A fauna é limitada por conta do clima extremo. Por aqui, é possível encontrar cerca de 20 espécies de mamíferos, como coelhos, guanácos e raposas, além de 100 espécies de aves. A peculiaridade fica por conta da quase inexistência de répteis, apenas uma espécie de lagarto vive no norte da província.

O trajeto dura pouco mais de cinco horas a pé. A recomendação é alugar botas (se você não tiver) e receber as orientações de um guia da região.

Parque Nacional Tierra Del Fuego

São quase 70 mil hectares de muito verde dentro do principal parque natural de Ushuaia. Ali, o visitante tem acesso às trilhas pela natureza. Algumas te levam a mirantes para ver algumas lagoas formadas pela neve derretida. Logo na entrada, você já é presenteado com a vista da Bahia Ensenada Zaratiegui.

O Correio Del Fin Del Mundo, o correio mais austral do planeta, também está neste parque. Lá, o visitante pode selar cartões postais e enviar para qualquer lugar do mundo. Os envios são feitos pela agência central de Ushuaia. Também dá para carimbar o passaporte. Apesar de não ter valor legal, é um carimbo inusitado para colecionar.

O parque está localizado a 11km do centro de Ushuaia. O passeio pode ser realizado por agências, ou por conta própria. A entrada do Parque Nacional para crianças de até 12 anos custa cerca de $120 pesos, ou R$3, na cotação paralela de 40 pesos por real. A entrada para adultos custa $2200, ou R$53.

Tren Del Fin del Mundo

Tren Del Fin Del Mundo no inverno
Tren Del Fin Del Mundo no inverno (Foto: divulgação/siteoficial)

A viagem no Tren Del Fin Del Mundo te leva para descobrir de perto a história de Ushuaia. O percurso usa parte do antigo trajeto que o trem dos presos fazia. A paisagem é quase toda banhada pelo Rio Pipo, com vista para a cachoeira La Macarena e a floresta de lengas. Além das cabines turísticas, os passeios podem ser realizados em cabines de primeira classe, premium e vip, com direito a comidas e bebidas. É necessário reservar com antecedência.

Noite da cidade

Na avenida San Martin você consegue conhecer um pouco da noite ushuaiense. Principal ponto de compras, onde parte das agências de turismo estão localizadas, é possível encontrar cafés, restaurantes e inúmeras lojas com lembrancinhas da região. O bar da grife Hard Rock Café também tem uma filial no fim do mundo. Além de restaurante e bar, com shows e dj sets, os visitantes encontram uma exposição com figurinos usados por grandes estrelas da música, como Christina Aguilera e Michael Jackson.

Fotos da expedição para Ushuaia, Terra Del Fuego, Argentina
Hard Rock Café também está no Fim do Mundo (Foto: Felipe Abílio)

Uma quadra abaixo, na Avenida Maipú, o Bar Santos te transporta para dentro de um vagão de trem antigo. O clima é de aconchego e confortável até nos dias mais frios. O pub é todo decorado com lembranças, como placas de carro, notas de vários países e fotos 3x4 de seus visitantes. Ótimo para tomar uma cerveja e conhecer gente nova. A porção de batata frita com cheddar sai por cerca de 650 pesos, ou R$16,50. A pint de cerveja está 350 pesos ou R$8,50.

Onde se hospedar

Se você busca aliar conforto e sofisticação, o Arakur Resort & SPA pode ser uma boa escolha. Os quartos tem vista panorâmica para a Bahia de Ushuaia ou para os vales nevados ao norte. Eles ainda tem uma piscina e ofurôs aquecidos com borda infinita com vista para Ushuaia. A diária na alta temporada sai em média por R$1800.

Mas a cidade também oferece opções mais em conta, como pousadas, hostels e até cabanas nas montanhas com contato direto com a natureza. A média de preço por noite começa a partir de R$250, o casal. Vai de acordo com o bolso de cada viajante.

Conhecida como o Fim do Mundo, Ushuaia pode parecer distante e fria para a maior parte dos turistas, mas é só sobrevoar as montanhas nevadas de perto, pouco antes de pousar, que você percebe o encanto acontecer.

Expedição Ushuaia, Argentina (Fotos: Felipe Abílio)
Chegada em Ushuaia com o pôr do sol e vista para as montanhas nevadas (Fotos: Felipe Abílio)
Fotos da expedição para Ushuaia, Terra Del Fuego, Argentina
O letreiro de Ushuaia em frente ao canal Beagle é um dos pontos turísticos da cidade (Foto: Felipe Abílio)
Fotos da expedição para Ushuaia, Terra Del Fuego, Argentina
O Aeroporto de Ushuaia chama a atenção pela Arquitetura (Foto: Felipe Abílio)
Fotos da expedição para Ushuaia, Terra Del Fuego, Argentina
O antigo prédio do presídio virou o Museu Marítimo da cidade (Foto: Felipe Abílio)
Expedição Ushuaia, Argentina (Fotos: Felipe Abílio)
Entardecer em Ushuaia (Fotos: Felipe Abílio)
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos