Fim de Rocky? Sylvester Stallone diz que não volta ao personagem depois de 'Creed 3'

Stallone com Michael B. Jordan em cena de ‘Creed 2’. (Imagem: divulgação Warner)

Depois de mais de quarenta anos desde ter criado Rocky Balboa, um dos personagens mais icônicos de sua carreira e da história do cinema, Sylvester Stallone começa a se preparar para se despedir do popular boxeador. Em entrevista divulgada nesta segunda-feira pelo site Radar Online, o astro admitiu que esse momento está próximo.

“Todos estão prontos para fazer ‘Creed 3’. Então, se tudo der certo, vou jogar a toalha”, declarou, indicando que já há planos para o terceiro filme da franquia que mostra Rocky como o treinador de Adonis Creed (Michael B. Jordan), filho de um de seus amigos mais significativos.

Desde o início do ano, quando vazaram imagens de Stallone se caracterizando como um Rocky envelhecido e aparantemente lidando com uma grave doença, fãs especulam se o personagem iria morrer no novo filme, previsto para estrear no Brasil em janeiro de 2019. No entanto, a declaração do ator aponta que ele sobrevive para pelo menos mais um round.

Na mesma entrevista, ele ainda demonstrou desânimo ao comentar sobre o estado da indústria do cinema hoje em dia. “É um mundo bem diferente de quando eu comecei. Não há mais inspiração. Tudo é muito matemático, programado”, comparou. “Um grande estúdio nunca faria o primeiro ‘Rocky’ hoje em dia. Seria um filme independente, se muito. E não sei se o público de hoje receberia tão bem como o daquela época recebeu”.

Além de um futuro ‘Creed 3’ como sua última aparição como Rocky Balboa, Stallone volta a encarnar outro personagem clássico de sua carreira em breve, com ‘Rambo 5’.