Fim da linha? Bélgica vê a 'ótima geração' definhar em atuações apáticas na Copa do Mundo do Qatar


A Bélgica, cotada como uma das favoritas ao título mundial no Qatar, vive um drama na fase de grupos da Copa do Mundo. Após ser dominada pelo Canadá e vencer no sufoco, e uma derrota acachapante com uma atuação apática frente ao Marrocos, a seleção belga precisa de uma vitória para conseguir a classificação para a próxima fase e vai jogar ao melhor estilo 'tudo ou nada' na última rodada do Grupo F, contra a Croácia.

Em meio ao desempenho ruim nos dois jogos no Qatar, a Bélgica ainda vive uma espécie de crise interna e uma desconfiança dos próprios jogadores, a começar pelo craque Kevin De Bruyne. Nos últimos dias, o meio-campista declarou que não vê a seleção belga com chances de ser campeã do mundo e polemizou ao dizer que 'o time está muito velho'. No entanto, a crítica não pegou bem e Jan Vertonghen, zagueiro da equipe, ironizou a declaração após o resultado negativo contra Marrocos ao falar que o time atacou em baixa velocidade porque 'estamos muito velhos'.

Além das críticas feitas pelos jogadores, a equipe também foi criticada pelo seu treinador. Roberto Martínez destacou que vê a seleção belga feliz dentro de campo, e que isso pode ser um dos fatores preponderantes para que o time não desenvolva um bom futebol na Copa do Mundo. Ou seja, tanto dentro quanto fora de campo, a Bélgica vai desmontando toda expectativa criada em cima de uma geração tão talentosa.

+ Hazard abre o jogo sobre forma física e diz que seleção de 2018 tinha mais chances de ganhar a Copa

Bélgica x Marrocos
Bélgica x Marrocos

Bélgica em campo contra o Marrocos (Foto: JACK GUEZ / AFP)

Sem brilho no ataque e com uma defesa lenta, a Bélgica sofre muito para criar chances perigosas e tem dificuldades para marcar ataques velozes. Foi assim no último amistoso antes da Copa contra o Egito, na estreia com vitória injusta contra o Canadá e derrota merecida frente ao Marrocos. Todos os jogos praticamente com o mesmo roteiro, onde a Bélgica cadencia a partida, não acha espaços, e se vê em apuros quando é atacada com velocidade.

+ Grupo da Bélgica na Copa do Mundo: veja classificação e próximos jogos

Jogadores como Kevin De Bruyne e Eden Hazard, referências técnicas da equipe, seguem sem brilhar e o time mostra sentir o peso de ter duas estrelas apagadas em jogos complicados como os da Copa do Mundo do Qatar, isso sem falar da ausência de Lukaku, lesionado e que retornou para entrar em campo por pouco mais de 10 minutos contra Marrocos.

Apesar de todas as dificuldades encontradas nos últimos jogos e da terceira colocação no Grupo F, a Bélgica continua dependendo apenas das próprias forças para se classificar para as oitavas de finais, e talvez essa não seja a melhor das notícias para os belgas, visto que o desempenho da seleção piora a cada partida. Resta saber se na rodada final da fase de grupos a 'ótima geração' vai acordar ou se vai atestar que, de fato, o sonho dourado chegará ao fim.