“O Brasil deve muito à população”, avalia Dira Paes, estrela de filme sobre escravidão moderna

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Dira Paes dá vida à Pureza Loyola em
Dira Paes dá vida à Pureza Loyola em "Pureza", em cartaz nos cinemas (foto: Divulgação)

Resumo da Notícia:

  • "Pureza" está em exibição em mais de 140 salas de cinema no Brasil.

  • O filme conta a história de uma mãe que desmantelou um esquema de trabalho análogo à escravidão em busca do seu filho.

  • Dira Paes dá vida à Pureza Loyola, que ainda é viva, e foi reconhecida internacionalmente no combate à escravidão moderna

Dira Paes não está propondo reflexões apenas como a Filó, de “Pantanal”. Ela pode ser assistida como a potente Pureza Lopes Loyola, no filme "Pureza", que conta a história de uma mãe que teve um filho aliciado para o trabalho análogo à escravidão e ajudou a desmantelar e denunciar o esquema.

Em conversa com o Yahoo, a atriz refletiu sobre o momento que o filme estreia. Em maio, uma mulher foi resgatada por auditores-fiscais do Trabalho da Superintendência Regional do Trabalho no Rio de Janeiro (SRTb/RJ) após viver por 72 em uma situação análoga à escravidão.

“Quando a gente falava sobre isso alguns anos atrás, as pessoas nem entendiam direito o que a gente queria dizer com esse termo trabalho escravo contemporâneo, mas agora devido a divulgação e a deflagração de vários casos de trabalho escravo, tanto contemporâneo rural quanto urbano, faz ‘Pureza’ se tornar um filme muito atual e muito necessário”, avaliou a atriz.

Honrada em dar vida à personagem que ganhou o Prêmio Antiescravidão, em Londres, pela Anti-Slavery International, em 1997, Dira afirma que o filme mostra como é preciso dar atenção aos Direitos Humanos. “Porque direito humano é justamente você garantir o mínimo praquele cidadão sobreviver e nesse caso o Brasil tá devendo muito à sua população, à sua sociedade pra trazer um pouco mais de igualdade e o mínimo pra garantir cidadania”, critica.

Dira reforçou que conheceu noções de cidadania há muitos anos na vida através de importantes personagens socais do país. “Com Betinho, entendemos que quem tem fome, tem pressa. E esse país precisa validar esse alcance ao máximo de pessoas possível. Vejo o ‘Pureza’ como uma chance de explicar pra quem está assim sem a consciência da gravidade da situação do Brasil, entender que se passa, principalmente no campo brasileiro”, completou.

A atriz se sentiu convocada para a produção por sua luta pelos Direitos Humanos, dos direitos ambientais, direito dos índios e dos quilombolas, crianças e dos adolescentes. “A demanda no Brasil é muito grande. Não podemos fechar os olhos pra essa desigualdade e esse descaso”, alertou.

Veterana, ela destacou a coragem da personagem com uma característica em comum. “Sabia que a pureza tinha um traço que me marcou muito, que é a coragem. A coragem da pureza me impressiona. A força, a resistência e a inteligência, mas sobretudo a coragem”, refletiu.

Matriarca

Uma das características que costuram as muitas personagens que a atriz já viveu é a maternidade. “Ser mãe é um momento único na vida de uma mulher, é um aprendizado que a gente evolui a cada dia e isso me trouxe uma completude muito grande pra minha vida”.

Uma das mais famosas de sua carreira, a dona Helena de ‘Dois Filhos de Francisco’, foi antes de Dira ter seus próprios filhos. “A pureza é uma mãe exemplar e no lugar dela acho que teria feito a mesma coisa. Não sossegaria enquanto não encontrasse meu filho. E sei que muitas mães, muitas Purezas estão por aí em busca de seus filhos”, comparou.

Dira completa desejando que o filme alcance pessoas diferentes e se toque diferentes públicos: “Espero que pureza seja uma inspiração e um convite a todos. Tanto pra uma sensibilidade às causas dos Direitos Humanos, como a sensibilidade a ao desaparecimento de muitas pessoas que deixaram suas mães com o coração partido e dilacerado pela ausência de seus filhos”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos