Filme francês sobre aborto ilegal ganha prêmio máximo no festival de Veneza

·1 minuto de leitura
Veneza

VENEZA (Reuters) - "L'événement", um drama francês contundente sobre o aborto ilegal na década de 1960, ganhou o prêmio Leão de Ouro de melhor filme no festival de Veneza neste sábado.

O prêmio do Grande Júri foi para o diretor italiano Paolo Sorrentino por "E' stata la mano di Dio", seu filme profundamente pessoal sobre a perda dos pais na adolescência. Jane Campion, da Nova Zelândia, ganhou o Leão de Prata de melhor diretor com o drama da década de 1920 "The Power of the Dog".

Os prêmios da 78ª edição do festival trazem o pano de fundo a uma maratona de 11 dias de cinema repleta de estrelas, com os críticos considerando a disputa pelo prêmio principal uma das mais imprevisíveis dos últimos anos.

"L'événement", da diretora francesa Audrey Diwan, é o segundo filme francês a ganhar um grande festival desde que Julia Ducournau conquistou a Palma de Ouro em Cannes com o filme serial-killer "Titane", em julho.

(Reportagem de Silvia Aloisi)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos