Filme erótico sobre Marilyn Monroe ganha classificação etária da Netflix

Ana de Armas como Marilyn Monroe em cena do filme
Ana de Armas como Marilyn Monroe em cena do filme "Blonde" (Reprodução/Twitter/@FilmUpdates)

Resumo da notícia:

  • Filme erótico sobre Marilyn Monroe ganha classificação etária da Netflix

  • Pela primeira vez, o serviço de streaming irá lançar uma obra dedicada ao público adulto

  • "É um filme exigente. Se o público não gostar, isso é problema do público", disse o diretor Andrew Dominik

"Blonde", a nova cinebiografia de Marilyn Monroe, promete causar polêmica. Pela primeira vez, um filme da Netflix contará com a classificação etária NC-17, usada para especificar conteúdo adulto nos Estados Unidos.

As informações são do World of Reel. De acordo com os site, os produtores do serviço de streaming ficaram horrorizados com o primeiro corte que o diretor Andrew Dominik enviou para a equipe da empresa. No ano passado, vale lembrar, a cinebiografia já havia tido gravações suspensas pelo suposto excesso de cenas quentes.

A primeira versão do longa - que contará com a estrela Ana de Armas na pele de Marilyn Monroe - contam com uma cena de estupro e “cunilíngua menstrual sangrenta”. A Netflix se surpreendeu com o conteúdo, visto que esperava um filme para concorrer ao Oscar.

"É um filme exigente. Se o público não gostar, isso é problema do público. Não está concorrendo a um cargo público. É um filme NC-17 sobre Marilyn Monroe, é meio que o que você quer, certo?", questionou o diretor Dominik ao Cinemablend.

Segundo o diretor, há realmente uma cena de sexo oral com sangue menstrual - que ele qualificou de "hilária". Com produção de Brad Pitt, o longa é uma histórica fictícia inspirada no livro homônimo de Joyce Carol Oates.

Além de Ana de Armas, o filme ainda conta com Adrien Brody, Bobby Cannavale, Julianne Nicholson e Sara Paxton no elenco. Ainda não há data de estreia para "Blonde" no serviço de streaming.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo: