Filipe Ret é alvo de buscas policiais após 'open de maconha' em festa

O rapper Filipe Ret, 37, é alvo, na manhã desta terça-feira (19), de uma operação da Polícia Civil do Rio de Janeiro ligada à investigação sobre distribuição gratuita de cigarros de maconha em seu aniversário, que aconteceu em 23 de junho.

No início da manhã, a polícia dirigiu-se a cinco endereços ligados ao artista no Rio de Janeiro. Ret ainda não se pronunciou em suas redes até o momento. No final de junho, já era esperado que o rapper fosse intimado a depor em breve.

Tráfico de drogas

Ele vem sendo investigado por tráfico de drogas após oferecer maconha aos convidados em sua festa de aniversário. Imagens dele com um balde cheio de cigarros ilícitos foram divulgadas por ele próprio em suas redes sociais.

Segundo o delegado Marcos Amim, do DRE (Delegacia de Repressão a Entorpecentes), a princípio os convidados da festa não serão intimados como testemunhas. Posaram com o aniversariante no dia do evento nomes como Pedro Scooby, Ronaldo Nazário e o surfista Ítalo Ferreira.

A reportagem ainda não conseguiu contato com a defesa de Ret.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos