Filhos de Michael Jackson pedem R$ 500 milhões em processo contra HBO, diz site

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os filhos do cantor Michael Jackson, morto em 2009, venceram mais uma etapa do processo que corre na Justiça e envolve a família Jackson e o canal HBO. A disputa é em relação a uma suposta quebra de contrato por parte do canal que teria por cláusula o dever de jamais manchar a imagem do Rei do Pop com a veiculação do documentário "Leaving Neverland". De acordo com o site da revista Variety, o tribunal de apelações decidiu por unanimidade que a emissora quebrou um contrato feito com o cantor, em 1992. De acordo com o site era obrigação da emissora se comprometer em não fazer qualquer comentários ou práticas que manchassem a imagem do artista e a de seus representantes. Com isso, os herdeiros de Jackson pedem o equivalente a pouco mais de R$ 500 milhões. O documentário mostra a turnê de 1992 "Michael Jackson Live in Bucharest: The dangerous tour". Dois homens relatam ter sofrido abusos por parte do cantor quando eram apenas crianças. A indenização seria por conta justamente de o artista não ter podido se defender, já que foi ao ar em 2019, dez anos após sua morte. Pelo lado do canal, ele alega que o contrato expirou assim que ambas as partes cumpriram as obrigações. O caso está longe de ter um final. Tudo agora seguirá para uma arbitragem contratual que analisará as duas partes para definir os próximos passos. A HBO pode recorrer ao Supremo Tribunal.