Filho de Roberto Carlos, Dudu Braga diz que parou banda para tratar câncer no pâncreas

*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 09.10.2017: O baterista Dudu Braga e seu pai, o cantor Roberto Carlos, na gravação do DVD da banda RC na Veia na Casa Natura Musical em São Paulo. (Foto: Mastrangelo Reino/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O músico Dudu Braga, 50, revelou que passou os últimos meses em tratamento contra um tumor no pâncreas. Após uma cirurgia e 12 sessões de quimioterapia, ele retoma, aos poucos, sua agenda de trabalho como palestrante e baterista da banda RC na Veia. 

O filho de Roberto Carlos descobriu o câncer em julho após sentir dores nas costas. "A dor era leve, mas persistia há quase um mês. Decidi passar no P. S., e o médico desconfiou de pancreatite", conta Braga.

Braga foi internado imediatamente e passou por diversos exames de imagem. "No dia seguinte, o médico veio com a notícia. É uma pancada, dá impressão que acabou tudo. Todos ficaram muito abalados, minha mulher, meu pai", conta o músico.

A boa notícia é que era possível retirar o tumor com uma cirurgia. Mas Braga não se livrou das 12 sessões de quimioterapia. "Meu cabelo não caiu, mas não dá fugir do enjoo, prostração. Ainda estou sentindo um pouco dos efeitos colaterais, como falta de sensação nas mãos", conta Braga.

Por causa do tratamento, Braga suspendeu shows com a banda e suas palestras. Ele só manteve sua participação na programação da rádio Bandeirantes. Acostumado a fazer exercícios diários para manter o bom condicionamento físico para tocar bateria, Braga diz que ainda se sente fraco. "Subo três degraus, já estou cansado", afirma ele. 

Aos poucos, o músico está retomando a sua agenda. "Claro que não estou curado, porque só se considera a cura após cinco anos. É preciso fazer exames regulares durante esse período", conta Braga.