Filho de Marília Mendonça ainda acha que a mãe está trabalhando

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Mãe de Marília está cuidando do neto (Foto: Reprodução/Globo)
Mãe de Marília está cuidando do neto (Foto: Reprodução/Globo)

Resumo da Notícia:

  • Em entrevista ao "Fantástico", Ruth Moreira falou sobre a sua vida sem Marília

  • Segundo ela, o neto ainda pensa que a mãe está viajando a trabalho

  • Ruth diz que tem se mantido forte para Léo não perceber o sofrimento

Ruth Moreira, mãe de Marília Mendonça, deu sua primeira entrevista após a morte da filha neste domingo (14). Ao "Fantástico", ela falou sobre o último contato com a sertaneja, relembrou histórias da infância de Marília e afirmou que tem se mantido forte para cuidar do neto, o pequeno Léo, de apenas 1 ano.  

"Ele [Léo] ainda não entende o que está acontecendo. Para ele, a mãe foi trabalhar, como a gente sempre falou para ele: 'A mãe está trabalhando'. Porque se ele olhar a porta do quarto dela fechada, ele fala 'mamãe'. Ele quer ir lá, quer bater, quer entrar. Às vezes eu entrava com ele, falava: 'A Mãe não está aqui, não, mamãe está trabalhando", diz ela, que no momento só pensa em evitar que a criança sofra.

Leia também:

Durante a entrevista, Ruth disse que pensa em falar que Marília virou uma estrela e exaltar tudo o que ela representou para o Brasil. Cuidar de Léo, inclusive, é o que tem deixado ela de pé.

"Eu chorei muito dois dias, depois não. Porque eu tenho meu neto, e se ele me vê chorando vai se desesperar, né? Nos primeiros dias eu corria lá em cima e chorava, chorava. Urrava, sabe? Gritava por dentro. E aí lavava o olho e ia brincar e cantar com ele as musiquinhas dele, cair no chão, jogar bola... E ele morre de rir. Quando tem esse tempinho assim, que eu começo a ficar triste, falo: 'Agora não. Agora é a hora de eu brincar com ele"', afirmou.

Ainda sobre o neto, Ruth explicou que foram feitas algumas reuniões até que se tomasse a decisão da guarda compartilhada. Léo continuará morando com a avó e o pai, Murilo Huff, estará sempre presente. "Nós somos família e vamos criar o Léo no mesmo clima aqui. De paz e amor, porque ele vai precisar muito da gente", disse a mãe de Marília.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos