Filho de Galvão Bueno quer fama em Hollywood: "Filme sobre meu pai está nos planos”

Lucas Pasin
·4 minuto de leitura
Luca Bueno e o pai, Galvão Bueno (Foto: Reprodução/Instagram @lucabuenomovies)
Luca Bueno e o pai, Galvão Bueno (Foto: Reprodução/Instagram @lucabuenomovies)

Estudante de cinema do tipo sonhador, mas com os pés no chão de quem sabe onde quer chegar. Luca Bueno, de 19 anos, caçula de Galvão Bueno, está bem longe do rótulo de ‘riquinho mimado’, como já foi chamado na web quando experimentou a carreira na música e lançou um ‘clipe ostentação’.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter

Em conversa com o Yahoo, o jovem, que vive em Orlando, nos Estados Unidos, se mostrou totalmente focado na ‘sétima arte’ e decidido a batalhar pelo sucesso. Suas inspirações vão de Martin Scorsese a Quentin Tarantino e, entre seus planos futuros, está dirigir uma obra em Hollywood e fazer um filme sobre a vida e trajetória do pai famoso.

Leia também

"Quem sabe eu ainda faça um filme sobre meu pai, né? Tenho muita história para contar. Ele lançou um livro e eu poderia até fazer uma adaptação. Mas isso depois que eu fizer meu nome nos Estados Unidos e tiver confortável onde estou, aí poderia partir para algo mais pessoal", conta Luca, que se forma em Cinema em 2022.

Já imaginando o filme na telona, ele ainda antecipa: "Até já comecei a pensar em algumas cenas e vejo algo muito bom. Sei coisas que ninguém sabe, de um ponto de vista que ninguém sabe. Está nos meus planos futuros um filme sobre meu pai, com certeza."

Ver essa foto no Instagram

2010. Viagem, Sono e meu pai me copiando 🧐😂@galvaobueno #tbt

Uma publicação compartilhada por Luca Bueno (@lucabuenomovies) em

Nunca me pressionaram para a carreira no esporte’

O jovem conta que a paixão por cinema vem desde a adolescência. Luca começou no audiovisual com o Youtube onde, até hoje, sem publicar mais nada, possui 780 mil inscritos em seu canal. Mesmo com uma família tomada pelo esporte – além do pai narrador, os irmãos Cacá e Popó são pilotos da Stock Car - ele nunca se sentiu pressionado a seguir outro caminho.

“Muita gente acha que senti essa pressão para ir para o esporte também, por conta dos meus irmãos e do meu pai, mas não. Poucos sabem que a mãe do meu pai foi uma atriz e que o pai dele era um diretor e produtor de TV. Então temos na família Bueno esse lado de produção de filmes também”, explica Luca, que ressalta: “Nunca me pressionaram para jogar futebol. Quando eu era adolescente já gostava de ‘estudar’ cinema. Trocava festas para ficar assistindo documentários sobre cinema. Assisti todos, eu acho. Minha diversão era gravar cenas com meus amigos, seja em casa ou na escola.”

Cinema brasileiro está em seu coração:

O sonho de chegar a Hollywood ou participar dos grandes festivais de cinema americano, pode estar mais perto do que se imagina. Luca dirigiu o curta-metragem “Three” e o inscreveu em festivais. Ele foi semifinalista na categoria ‘diretor’ em um festival de Los Angeles.

"Hollwyood é meu foco principal. Não porque eu pense que o cinema brasileiro não se encaixaria comigo, mas lá eu teria mais recursos para contar as histórias que eu quero. O cinema brasileiro sempre terá um lugar na minha cabeça e no meu coração", fala o jovem, que comemora a primeira conquista em um festival: "Ainda não posso falar muito sobre o curta porque ele está nesse processo de festivais, mas ter sido semifinalista como diretor é uma grande conquista. Um incentivo".

Luca sabe que suas inspirações no cinema são ‘clichê’, mas isso só prova que ele pensa alto: “Todo mundo na faculdade me pergunta sobre quem me inspira. A verdade é que me inspiro em todos os filmes que vejo, mas se tivesse que identificar os três mais influentes eu diria Scorsese, Tarantino e Spielberg. É clichê, mas eles são os deuses do cinema moderno.”

Namoro há dois anos e planos futuros

A vida pessoal do jovem também vai ‘muito bem, obrigado’. Ele namora Yasmin Vilela há dois anos e já faz planos de casamento.

“Moro atualmente com o meu irmão em Orlando e ela mora em Washington DC. É um namoro a distância, mas apenas duas horinhas de avião. A gente se vê sempre e eu a amo muito. Ela me apoia demais. Sou novo para falar de casamento, levamos um dia e depois o outro, mas quem sabe. Obviamente quero me casar e ter uma família no futuro”, conta Luca.