Filho de David Bowie critica Trump por usar música de seu pai em comícios

Filho de David Bowie critica Trump por usar música de seu pai em comícios credit:Bang Showbiz
Filho de David Bowie critica Trump por usar música de seu pai em comícios credit:Bang Showbiz

O filho de David Bowie não poupou críticas a Donald Trump por usar a música de seu pai durante seus comícios políticos.

O ex-presidente dos Estados Unidos anunciou recentemente sua terceira candidatura à Casa Branca, e Duncan Jones - que é um crítico ferrenho de Trump - expressou sua insatisfação por se deparar com o trabalho de seu pai sendo utilizado na campanha eleitoral do republicano.

O diretor de cinema, 51 - o qual já recorreu à Justiça no passado para tentar impedir Trump de usar os álbuns de seu pai -, disse acreditar que o ex-líder americano tira proveito da obra de Bowie com o intuito de causar chateação à família do falecido astro.

"Tenho certeza de que ele só está fazendo isso agora para me irritar", afirmou o filho do ícone da música.

No entanto, Duncan esclareceu que é praticamente impossível fazer algo para resolver a desavença.

"Fui informado que há pouco que podemos fazer quanto a isso", lamentou o cineasta em seu Twitter.

Trump - que já ocupou o cargo de 2017 a 2021 - prometeu "lutar como ninguém jamais lutou antes" quando anunciou sua candidatura presidencial na última terça-feira (15).

"Para tornar a América grande e gloriosa novamente, estou anunciando esta noite minha candidatura à presidência dos Estados Unidos", disse ele.

O empresário afirmou que "cumpriu suas promessas" no cargo e que os EUA experimentaram "dor, dificuldades, ansiedade e desespero" sob a liderança do atual presidente Joe Biden.

Isso marca sua terceira candidatura à presidência, depois de vencer em 2016 e ser derrotado por Biden quatro anos depois.

Trump - que perdeu por mais de sete milhões de votos e não conseguiu fornecer evidências de que houve fraude eleitoral - continua afirmando que venceu a eleição de 2020.