Filho de Britney Spears diz que pai da cantora tinha 'as melhores intenções' ao impor tutela

Filho de Britney Spears opina sobre tutela credit:Bang Showbiz
Filho de Britney Spears opina sobre tutela credit:Bang Showbiz

Jayden James Federline, filho de Britney Spears, acredita que o pai da cantora tinha "as melhores intenções" quando assumiu o cargo de tutor da estrela.

O aspirante a músico, 15, endossou as palavras de seu pai, Kevin Federline, de que a controversa ação judicial foi benéfica para Britney, em uma entrevista para o programa '60 Minutes', da Austrália, focado nos desentendimentos de sua família.

O especial, que foi ao ar no país na noite de domingo (3), apresentou uma longa entrevista com Kevin.

"Ele estava tentando o melhor, como qualquer pai, tentando possibilitar o sonho de sua filha de ser uma superestrela, trabalhando e fazendo todos estes shows e apresentações", disse Jayden sobre o seu avô e pai de Britney, Jamie Spears. "Mas eu acho que algumas pessoas estão desprezando o quanto ele se preocupa com ela", pontuou.

Na conversa, Jayden explicou por que ele e seu irmão, Sean, não compareceram ao casamento de sua mãe com o parceiro Sam Asghari em junho.

"Estou muito feliz por eles. Mas ela não convidou toda a família... Eu não vejo como essa situação teria terminado bem", Jayden disse.

Kevin - que foi casado com Britney, 40, entre 2004 e 2007 - revelou anteriormente que seus filhos faltaram ao casamento da estrela e que "não a viam há meses", em parte por causa das fotos seminuas que ela havia publicado no Instagram desde o fim de sua tutela.

Britney respondeu às reivindicações de Kevin.

"Entristece-me saber que meu ex-marido decidiu falar sobre a minha relação com os meus filhos. Como todos sabemos, criar meninos adolescentes nunca é fácil para ninguém... preocupa-me o fato de que a justificativa que ele usou foi o meu Instagram... foi MUITO antes do Instagram... Eu proporcionei tudo a eles.. apenas uma palavra: Decepcionante", disse ela no Instagram.

Em sua entrevista para o '60 Minutes', Kevin afirmou que a tutela "salvou a vida" de Britney, embora a tenha deixado sem controle sobre sua vida, carreira ou finanças.

"Eu acredito piamente que ele [James] a salvou naquele momento. Eu não tenho envolvimento em como a tutela se instaurou. Eu não sei. Eles estavam preocupados com sua filha e tentaram fazer tudo o que podiam para ajudá-la. Isso era tudo o que eu sabia," Kevin compartilhou.