Filha de Caroline Bittencourt publica carta aberta para relembrar um ano sem a mãe

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP: Modelo Caroline Bittencourt durante a inauguração da La Rouge Belle, no shopping Iguatemi, em São Paulo. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Filha da modelo Caroline Bittencourt, a também modelo Isabelle Bittencourt, 18, publicou uma carta para rememorar momentos com a mãe, morta após um passeio de barco no litoral paulista em abril de 2019.

Em um dos trechos, ela contou que desacreditou de Deus por algum tempo e que não conseguia entender os motivos da partida da mãe. Caroline tinha 37 anos quando morreu.

"Hoje faz um ano que a minha vida mudou completamente! Faz um ano que faço muitos questionamentos, tenho desconfianças e principalmente inseguranças. Foi um período de muito aprendizado para mim, até porque, em alguns momentos, cheguei a duvidar de Deus. Passei a me perguntar milhões de coisas: 'por que isso aconteceu?', 'o que eu fiz de errado?', 'qual o motivo de tudo isso?', 'por que tão cedo?', 'por que você?'", começou ela.

Após o momento de descrença, a jovem de 18 anos relata que mudou seus pensamentos. "Acredito também que você, mãezinha, está em um lugar melhor, uma vez que você já era um ser humano muito evoluído, uma mulher muito forte e independente. E tenho certeza que a sua missão já tinha sido cumprida aqui na Terra", escreveu.

A jovem revela em outro trecho da carta aberta que não vai mais baixar a cabeça, pois foi isso que recebeu de ensinamentos para não fazer.

"A saudade aperta cada dia mais, suas risadas, suas broncas, sua comidinha sem carboidrato e sem lactose, você me chamando de 'flor', 'bellinha' e 'pentelhinha'... Fazem falta e sempre vão fazer, mas eu acredito e sei que você está bem", reforçou a jovem.

RELEMBRE O CASO

A modelo e apresentadora Caroline Bittencourt desapareceu no dia 28 de abril de 2019 após um passeio de barco em Ilhabela, no litoral norte paulista. Ela estava com o marido, o empresário Jorge Sestini.

A Delegacia da Capitania dos Portos de São Sebastião afirmou que o casal fazia a travessia de barco de Ilhabela para São Sebastião quando foi surpreendido por um vendaval durante temporal que atingiu todo o litoral paulista.

Em um determinado trecho da travessia, a modelo teria caído no mar. Pessoas próximas ao marido teriam relatado à Capitania dos Portos que Sestini pulou para tentar resgatá-la. Já a agente da modelo, Andréia Boneti, informou ao F5 que Caroline pulou no mar para resgatar sua cadela spitz, Canjica.

Em seguida, Sestini pulou para resgatar a mulher. Caroline e Sestini faziam frequentemente passeios de barco por Ilhabela, onde o empresário possui uma casa. Seu corpo foi encontrado no dia seguinte ao desaparecimento.