Ficar careca ou grisalho muito jovem pode indicar risco de doenças do coração, diz estudo

Reprodução/Instagram @theroyalfamily

Um estudo realizado recentemente descobriu que homens que ficam carecas ou grisalhos muito jovens são cinco vezes mais propensos a desenvolverem doenças do coração antes de completarem 40 anos.

Leia mais: Aos 50 anos, homem impressiona com aparência de 20

De acordo com os pesquisadores, tanto calvície prematura quanto os fios acinzentados representam um fator de risco maior para doenças cardíacas do que a obesidade. “A incidência de doença arterial coronariana em homens jovens está aumentando, mas não pode ser explicada por fatores de risco tradicionais”, explicou o autor do estudo, Dr. Sachin Patil, do Instituto Mehta de Cardiologia e Centro de Pesquisa da ONU em Ahmedabad, na Índia.

O estudo analisou 790 homens abaixo dos 40 anos com doenças cardíacas e 1,270 homens saudáveis com a mesma idade. Os pesquisadores descobriram que os homens jovens com doença arterial coronariana eram significativamente mais propensos a ser prematuramente grisalhos ou calvos do que os indivíduos saudáveis.

Descobriu-se que a calvície possui 5,6 vezes mais risco de desenvolver doenças do coração e cabelos grisalhos, 5,3. Para se ter uma ideia, a obesidade, que até então era a maior causadora de doenças cardíacas, foi associada a um risco de 4,1.

Leia mais: Estudo revela porque os homens são mais propensos a fazer bullying na internet

Outros indicadores do desenvolvimento das doenças incluem diabetes, hipertensão arterial, história familiar de doença arterial coronária prematura, obesidade central, maior índice de massa corporal, dislipidemia e tabagismo, embora em menor grau.”Homens com cabelos grisalhos e calvície prematura devem receber monitoramento extra para doenças da artéria coronária e conselhos sobre mudanças de estilo de vida, como dieta saudável, exercício e gerenciamento do estresse”, disse o autor principal, Dr. Dhammdeep Humane.