Festival de Paraty mostra fotos de imigrantes feitas por imigrantes

CAROLINA MORAES
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 12.12.2018: Entrevista e retrato da fotógrafa suíça radicada no Brasil Claudia Andujar. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Retratos de imigrantes ou feitos por imigrantes guiam as exposições do Paraty em Foco, festival internacional de fotografia que acontece na cidade fluminense entre os dias 18 e 22 de setembro.

Em sua 15ª edição, o evento homenageia o trabalho da fotógrafa Claudia Andujar. Nascida na Suíça, ela chegou ao Brasil em 1955 e estabeleceu contato com o povo ianomâmi, na Amazônia. 

As fotos da série Sonhos, que mostram rituais xamanísticos, estarão expostas na praça da Matriz, centro histórico de Paraty.

Outro destaque é a obra do holandês Pieter ten Hoopen. Ele seguiu uma caravana que atravessou do México para os Estados Unidos. 

A curadoria das mostras é de Giancarlo Mecarelli, fundador do evento e ele mesmo um imigrante nascido na Itália.

O festival também realiza uma premiação. O primeiro lugar na categoria Ensaios foi para Gabriela Vivacqua pelo trabalho "Dukhan -- Entre Fumaça e Fogo", sobre um ritual afrodisíaco do Sudão. As imagens vencedoras estarão na quadra da cidade.

Paraty em Foco 2019

De 18 a 22 de set. Mostras gratuitas. Bate-papos, R$ 25, e workshops, R$ 450. pefparatyemfoco.com.br