Festival com Erykah Badu como headliner muda line-up após pressão do público

LONDON, ENGLAND - NOVEMBER 05: Erykah Badu performs at The Royal Festival Hall on November 05, 2022 in London, England. (Photo by Burak Cingi/Redferns)
Erykah Badu vem ao Brasil para se apresentar em São Paulo e Rio de Janeiro (Photo by Burak Cingi/Redferns)

O festival Nômade anunciou a troca do line-up das atrações de sua próxima edição em janeiro, que tem a diva do soul Erykah Badu como headliner. O evento, que vai comemorar os 25 anos do lançamento do primeiro álbum da americana, "Baduizm", gerou descontentamento ao anunciar os nomes escolhidos para a abertura do show, que trazia os artistas Gilsons, Bala Desejo e Céu.

"Estivemos atentes a todos os posicionamentos de vocês. Pensando nisso, em comum acordo com nossos artistas parceiros, reformulamos o Nômade Apresenta Erykah Badu, que acontece dia 22 de janeiro de 2023, guardando a data dos artistas já anunciados, que já estiveram conosco em outras oportunidades, para um próximo momento nômade. Para esse dia, vamos trazer a potência de mulheres únicas e que admiramos da cena brasileira, que serão divulgadas muito em breve", diz o comunicado oficial.

Pedido do público

Na quarta-feira (23), o perfil do festival divulgou o line-up previsto anteriormente, no entanto, o público não concordou com as escolhas pela falta de representatividade para o momento histórico ao comemorar uma data importante para Erykah Badu.

"Absolutamente vergonhoso e importante sublinhar que é sempre intencional desrespeitar a competência artística afroindígena desse país e tudo o que a Badu constrói e representa", opinou uma internauta. "Por que não tem uma mulher negra abrindo pra Erykah Badu?", questionou outra.

Diante das questões levantadas, a banda Bala Desejo emitiu um comunicado cancelando a participação deles no festival. "Aceitamos o convite antes de saber exatamente quais seriam os artistas do line up e a programação completa do festival. Depois do ocorrido e em respeito ao público que de pronto se posicionou assertivamente, decidimos NÃO participar mais desse evento. Esperamos ser substituídos por muitos dos talentos da música preta brasileira, alguém que dialogue diretamente com o legado de Badu", diz o comunicado oficial.

A cantora Céu também se posicionou sobre a confusão criada pela organização do evento. "Tomei a decisão de cancelar a minha apresentação na abertura do show da Erykah Badu em São Paulo. Da minha parte, deixo aqui registrado que durante a apresentação do nosso show, o palco teria mulheres pretas preferencialmente, artistas pretos majoritariamente, tendo sido essa, uma condição imposta por mim mesma. Isso se daria não só na banda, mas também com uma artista extra, escolhida para uma participação especial, que ainda estava em negociação. Alguém com conexão direta com o legado dos artistas evocados nessa noite de celebração", disse a cantora.