Fernando Rocha diz que se sentia como um cachorro após demissão da Globo

·1 min de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 12.04.2012 - O jornalista Fernando Rocha durante a abertura do festival Istambul, no Sesc Pompeia, em São Paulo. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 12.04.2012 - O jornalista Fernando Rocha durante a abertura do festival Istambul, no Sesc Pompeia, em São Paulo. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O jornalista Fernando Rocha, 55, contou em entrevista ao canal do YouTube de Luciana Liviero que se sentiu como um cachorro após a sua demissão da TV Globo, em fevereiro de 2019, onde permaneceu por 30 anos.

"Quando você perde um emprego de uma forma muito abrupta, você perde a sua essência. Eu demorei, confessando aqui, em torno de um ano para entender tudo isso. Durante o período pré-pandemia, eu me sentia como um cachorro que caiu do caminhão de mudança", disse ele.

Hoje em dia, toda essa bagagem e repertório adquiridos após o momento complicado do desligamento ele leva para outras pessoas por meio de palestras. Dessa forma, diz ter conseguido perceber que há "vida inteligente fora da TV".

"Em 2020, na pandemia, eu entendi que o mundo inteiro estava exatamente nessa mesma situação, como se caísse de um grande caminhão de mudança e precisasse de reinventar. Quando eu descobri que eu tinha uma história para contar, eu falei: 'Eu tenho uma forma de me levantar contando a minha própria história'", afirmou.

Após a demissão, Rocha não teve nem a chance de se despedir do público. "A vida é assim, corrida, uma hora esquenta, outra hora esfria, mas o que ela nos pede mesmo é coragem", afirmou o apresentador na ocasião, que agradeceu o público por acompanhar toda a sua jornada. "Estou confiante com o que vem pela frente", disse.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos