Fernanda Nobre e Luisa Micheletti se beijam em campanha contra o preconceito

·2 min de leitura
Fernanda Nobre e Luisa Micheletti se beijam na campanha da revista "Antro Positivo". Foto: reprodução/Instagram/antropositivo
Fernanda Nobre e Luisa Micheletti se beijam na campanha da revista "Antro Positivo". Foto: reprodução/Instagram/antropositivo

As atrizes Fernanda Nobre e Luisa Micheletti aderiram à campanha contra o preconceito e a censura promovida pela revista digital Antro Positivo. Vários artistas se beijam nas imagens clicadas pelos fotógrafos Alex Silva e Nana Moraes no manifesto “Liberdade na vida e na arte”.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Os atores Guilherme Piva e Marcelo Valle e as atrizes Débora Lamm e Inez Vianna, que são casadas há 10 anos, também estrelam fotos da campanha.

Leia também:

“Compreendermos como olhamos ao outro ajuda a convidar o outro a olhar para nós. Nesse movimento, os afetos tornam encontros uma espécie de argumento político que faz da alteridade o meio de como inventarmos nossa sociedade. Inventarmos para muito melhor, é importante dizer. Afetos, no entanto, requerem mais do que palavras: exigem gestos, os nossos gestos, todos. Algo que só se efetiva com o pleno exercício da liberdade. Se não somos livre para existirmos e agirmos, o que ocorre são discursos. E, quase sempre, de ódio. Censuras. Ataques. Destruições. Limites disfarçados por diversos argumentos, mas, essencialmente, violentos e perigosos”, afirma o perfil da publicação no Instagram.

“Por isso continuamos convidando artistas ao beijo. Um toque que se troca entre lábios e também entre humanidades. Um toque que permite e convida. O outro como manifestação de completude de quem se é. Um beijo que grita ao mundo a urgências das muitas liberdades em risco: do indivíduo e da arte, do comportamento e ideias. Quando em uma realidade beijar é transgressivo, algo se perdeu. Gritamos pela liberdade na arte e na vida. Beijos como quem grita ao sorrir. E sorrimos com a insurgência da recusa em deixarmos de ser quem somos”, diz a revista.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos