Férias abençoada pelos astros: conheça a astrocartografia

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Por Ava Freitas

Planejar uma viagem de férias pode ganhar um novo significado com a astrocartografia. Surgida na década de 1980, e ganhando mais notoriedade agora, a técnica da astrologia cruza o mapa astral de uma cidade ou de um país com o mapa natal do viajante. "Os estudos ainda estão sendo aprimorados. Esse deve ser um assunto ainda muito explorado", afirma a astróloga do Yahoo!, Papisa.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

Segundo Tatiane, é como se o mapa astral da pessoa fosse colocado sobre o mapa do local para onde ela está indo. A partir dessa sobreposição, é possível enxergar características que podem fazer dessa viagem uma experiência mais ou menos prazerosa.

"Imagine uma mulher com a Lua em Áries, no fundo do céu, aqui no Brasil. Como essa Lua está na casa quatro, ela pode parecer um pouco agressiva às vezes, incisiva demais. Por causa da casa quatro, esse é um comportamento que ela demonstra mais com as pessoas próximas, da família. Se ela for para outro país e a Lua em Áries passar para a casa dez (o que acontece com a mudança de localização), a pessoa pode desenvolver os mesmos atributos só que no trabalho", explica a astróloga.

Mudança por causa de trabalho

O mapa astrocartográfico também pode ser utilizado em mudanças de país por causa do trabalho. "Cruzo o mapa natal da pessoa com o do lugar, assim é possível orientar para que ela tire o melhor proveito possível da experiência."

Tatiane conta que a partir da técnica é possível fazer uma interpretação mais clássica, na linha do que vai acontecer no local. "Um exemplo: se você for para tal país, tem chance de andar um dia na calçada e torcer o tornozelo." Já na escola moderna de astrologia, a interpretação vai mais pelo viés comportamental, na linha "você vai curtir muito" ou "você vai se entender melhor nesse lugar".

Só ou acompanhado

A astróloga conta que tanto para fins de lazer ou de mudança por causa de trabalho é possível aplicar a astrocartografia para o casal. "Sabe aqueles casos em que um vai mudar por causa do trabalho do outro? A gente faz um mapa de sinastria dos dois e consegue entender o que o novo local reserva para um e para o outro."

Para quem viaja em grupo, e estiver a fim de investir uma boa grana, é possível ver se o destino é uma boa opção para todo mundo. "Mas sai bem caro porque o cálculo é complexo", afirma Tatiane.

Por fim, Tatiane Lisbon diz que outra possibilidade de uso da astrocartografia é entender a questão de pessoas em locais de risco. "Como se trata de um estudo muito delicado, estou com a agenda fechada até 2020 para me dedicar a isso."