Felipe Neto rebate críticas a gastos com álbum da Copa: "R$ 3,3 mil pra caridade"

Felipe Neto rebate críticas a gastos com álbum da Copa:
Felipe Neto rebate críticas a gastos com álbum da Copa: "R$ 3,3 mil pra caridade" (Foto: Globo/Divulgação)

Após ser criticado por gastar mais de R$ 1 mil em figurinhas para completar o álbum da Copa do Mundo 2022, Felipe Neto rebateu os comentários de internautas dizendo que a live feita para abrir os 270 pacotes comprados para a tarefa rendeu cerca de R$ 3,3 mil, que serão doados para a caridade:

"Odeio ter que vir justificar as coisas, mas tem algumas pessoas que têm parafusos a menos, e a gente tem que vir aqui explicar o óbvio", começou Neto nos Stories de seu Instagram. "Ontem eu falei que eu completei o álbum da Copa do Mundo com uma compra só e foi uma compra de mil reais em pacotinhos de figurinhas. Aí vem aquela meia dúzia de gente, que não tem o que fazer, que acha que vai mudar o mundo falando sobre gasto de dinheiro dos outros, falando da situação do Brasil, da fome, e tudo mais."

"Só que nesse caso específico é de uma burrice tão grande... Primeiro, óbvio que ninguém tem a ver com o dinheiro que eu gasto, o que eu faço com ele ou deixo de fazer. Segundo, álbum da Copa é uma paixão minha, de quatro em quatro anos isso acontece, que eu toda vez coleciono, toda vez quero completar. E, terceiro, eu fiz uma live abrindo os pacotinhos e, só nessa live, a gente arrecadou pra caridade muito mais grana do que os mil reais que eu gastei", continou o empresário.

Neto completou dizendo que, mesmo que o dinheiro não fosse doado para a caridade, isso não deveria ser relevante, já que as pessoas gastam com coisas supérfluas o tempo inteiro: "Cada um faz o que quiser com seu dinheiro, para de se meter na vida dos outros, faça com o seu dinheiro o que você puder e, se você não gostou de alguma coisa que alguém fez com o próprio dinheiro, só para de assistir", concluiu.

As críticas começaram após o empresário celebrar no Twitter que, com apenas uma compra, conseguiu completar todo o álbum da Copa deste ano: “Somente na live de ontem (24), onde abri 270 pacotinhos, completei o álbum inteiro! Vieram TODAS as figurinhas. Absolutamente TODAS! Achei que duas não tinham vindo, mas estavam no bolo de repetida por burrice minha”, comemorou.

Para o feito, ou seja, os 270 pacotes, ele desembolsou cerca de R$ 1.080. Pelo dobro do valor, Camila Loures não teve a mesma sorte. “Para vocês terem ideia do tamanho da minha cagada. Ela gastou R$1.000 em figurinhas e não completou. Aí gastou mais R$1.000 e NÃO COMPLETOU! Ainda faltam 4 para ela. Sério, foi muita sorte...”, comparou o influenciador.

Para completar o álbum da Copa do Mundo são necessárias 670 figurinhas, sendo que 50 são consideradas especiais e 80, raras. Cada pacote, com 5 delas, custa R$ 4. O álbum normal sai por R$ 12 e o de capa dura R$ 44,90. A editora que publicou o álbum estima que é possível gastar R$ 536 para ter todos os jogadores das seleções, se nenhum vier repetido em 134 pacotes.